Fonte: OpenWeather

    Rebelião


    Detento diz que foi baleado durante rebelião em Manaus: veja o vídeo

    A rebelião começou às 6h da manhã, durante o café. Sete agentes penitenciários foram feitos reféns

    | Foto: Divulgação

    Manaus - Durante a entrada dos policiais militares do Batalhão do Choque na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), na manhã deste sábado (02), detentos entraram em confronto com a polícia. No meio da confusão, um detento teria sido ferido. Havia a informação de que um detento estava morto, mas o secretário de segurança Louismar Bonates negou que tenham mortos. Entretanto, ele confirma que houve policiais e presos feridos.

    O vídeo postado pelos próprios detentos nas redes sociais mostra os presos na porta da entrada de um dos pavilhões tentando evitar a entrada do Choque. Em outra imagem, um interno aparece deitado no chão passando mal. O homem que grava afirma que ele foi baleado na cabeça pelos policiais que tentavam acessar as celas. Entretanto, nenhuma autoridade confirma que, de fato, o caso aconteceu hoje dentro da UPP.

    O Grupo de Intervenção Penitenciária (GIP) e forças de segurança da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) - Rocam, COE, Batalhão de Choque, Companhia de Cães - estão no local. Barulhos de bombas foram ouvidas do lado de fora do presídio.

    Mãe passa mal

    A mãe de um detento, que estava do lado de fora do presídio, viu o vídeo e chegou a desmaiar. Parentes de outros presos correram para ajudá-la. Questionada sobre o confronto, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) não confirmou e disse que mais informações serão repassadas ao longo do dia pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). 

    Rebelião

    Os presidiários da Unidade Prisional do Puraquequara (UPP) se rebelaram, por volta das 6h, durante o café da manhã, ateando fogo nos colchões. Os internos serraram a grade de duas celas e fizeram os agentes de socialização de reféns.