Fonte: OpenWeather

    Sonho destruído


    'Ela estava estudando em Manaus', diz tio de miss assassinada

    Kimberly Karen Mota estava em Manaus estudando odontologia. O corpo dela será levado para Manicoré

     Kimberly Mota fazia faculdade de odontologia
    Kimberly Mota fazia faculdade de odontologia | Foto: divulgação

    Manaus – A Miss Manicoré, Kimberly Karen Mota, de 22 anos, estava cursando faculdade de odontologia em Manaus, segundo um tio da jovem. Ela foi encontrada morta, na madrugada desta terça-feira (12), no apartamento do namorado dela, na Avenida Joaquim Nabuco, no bairro Centro de Manaus. 

    Eri Mota, tio da vítima, conversou com a equipe do Portal EM TEMPO e falou que Kimberly se formou em técnica de enfermagem no município de Manicoré e estava fazendo faculdade em Manaus.

    "Ela veio para Manaus para estudar e ter uma qualidade de vida melhor. Ela fez técnico em enfermagem em Manicoré, entrou no Miss Amazonas em 2019, e, atualmente, estava cursando odontologia", disse Enri Mota.

    Ele também informou que não conhecia o atual namorado da sobrinha e que ela estava morando com um parente, local onde o Rafael teria ido busca-la no domingo (10).

    Conforme o Instituto Médico Legal (IML), a jovem foi golpeada três vezes, sendo duas no pescoço, e uma no abdômen.

    O corpo da Miss está sendo embalsamado em uma funerária da cidade e, segundo o tio, será encaminhado para o município de Manicoré, onde serão feitos o velório e o sepultamento.

    As investigações estão sendo feitas pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). O principal suspeito do crime é Rafael Rodrigues, de 31 anos, com quem Kimberly namorava há 2 meses.