Fonte: OpenWeather

    Homicídio Tentado


    "Só pensava em Deus", diz mulher agredida por ex-genro em Manaus

    O crime aconteceu na última semana e a vítima ficou com a cabeça completamente desfigurada após o ex-genro atacá-la, enquanto ela cozinhava para ele. O jovem não aceitava o fim do relacionamento com a filha da vítima

    A vítima teve cortes na cabeça e no rosto e por pouco não morreu | Foto: Bruna Souza

    Manaus - Uma mulher de 52 anos foi vítima do ex-genro e quase perdeu a vida na última quarta-feira (6), por volta das 15h, na casa onde mora, na Colônia Antônio Aleixo, na Zona Leste de Manaus. O motivo das agressões foi o fato do suspeito não aceitar o término do relacionamento com a filha da vítima, uma mulher de 36 anos. O suspeito agrediu a mulher com pedaços de madeira e golpe de arma branca.  A vítima teve cortes na cabeça e no rosto.

    Conforme a filha da vítima, no dia do crime, a mãe estava sozinha na casa onde mora. O suspeito foi até o local, enviou uma foto da mãe dela sentada ao lado de uma mesa e depois ligou para a mulher questionando sobre o término do relacionamento. Pelo fato da mulher não ter o aceitado de volta, ele surpreendeu a mãe da vítima com as agressões físicas. A mulher só sobreviveu por ter sido socorrida por vizinhos. 

    "Não temos notícias do paradeiro dele. Tem muita gente cobrando respostas pelo caso, mas estamos com muito medo. Se ele fez isso com a minha mãe, ele pode fazer isso com qualquer pessoa da minha família. Uma irmã, um sobrinho... O que nos deixa mais apreensivos é saber que ele está solto. Ficamos juntos por apenas três meses e nunca imaginei que ele pudesse fazer isso. Minha preocupação agora é a recuperação da minha mãe", contou. 

    A mulher agredida contou que o ex-genro chegou meio alterado e, para acalmá-lo, ela resolveu cozinhar para ele. O suspeito passou a falar no telefone e ameaçou a ex-companheira enquanto a vítima estava de costas.

    "Quando virei de frente para ele, já fui surpreendida pela paulada. Eu gritei para saber o que estava acontecendo e ele falou que eu iria morrer. Ele pegou uma faca de cortar pão e me jogou no chão. Lutamos até quebrarmos a faca. Eu pensava o tempo todo em Deus. Foi quando eu gritei por socorro e meus vizinhos vieram me socorrer", relatou.

    A vítima foi levada ao Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, na Zona Leste de Manaus, onde passou por cirurgia e está se recuperando.

    Investigações

    Questionada pela reportagem sobre o andamento das investigações em torno do caso, por meio de nota, a Polícia Civil do Amazonas informou que o caso está em investigação na Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM) e mais informações não poderão ser repassadas para não atrapalhar o andamento das investigações.