Fonte: OpenWeather

    Caso miss Manicoré


    Vídeo mostra os últimos momentos da miss Manicoré ainda com vida

    O vídeo confirma que Rafael Rodrigues foi buscar Kimberly na casa da amiga no último domingo (10)

    Rafael busca a modelo na casa da amiga na noite de domingo (10)
    Rafael busca a modelo na casa da amiga na noite de domingo (10) | Foto: reprodução

    Manaus - Um vídeo gravado pelo circuito de segurança da casa de uma amiga da modelo e miss Manicoré Kimberly Karen Mota de Oliveira, de 22 anos, morta na madrugada desta terça-feira (12),  confirma a versão de que o principal suspeito do assassinato e namorado da vítima, Rafael Rodrigues, foi buscar a miss no conjunto Parque das Laranjeiras, bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus, seguiu para o condomínio em que a modelo morava e depois a levou para o apartamento dele, no bairro Centro, Zona Sul, onde aconteceu o crime.

    Nas imagens é possível ver que o carro já estava estacionado por volta das 19h20 do domingo (10). Kimberly sai da casa da amiga com uma bolsa e a coloca no banco do passageiro. Logo após senta na parte dianteira, ao lado do motorista. As luzes do carro apagam e demora aproximadamente 13 segundos até a saída do veículo da rua.

    Veja o vídeo:

    Veja o momento em que Rafael busca Kimberly na casa da amiga | Autor: Reprodução
     

    Segundo a delegada Zandra Ribeiro, adjunta da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), a equipe de investigação já possui os vídeos de câmeras de segurança de lugares por onde o casal passou. A confirmação é de que, após sair da casa da amiga, Kimberly foi deixada em casa, na avenida Constantino Nery, Zona Centro-Sul de Manaus.

    "Em uma das gravações, o carro dele foi visto entrando no condomínio da vítima. Isso aconteceu duas vezes. Rafael teria deixado Kimberly na casa dela, saiu do condomínio e, por alguma eventualidade, instantes depois, ele retornou ao residencial e saiu novamente com a vítima. De lá, eles seguiram para o apartamento dele", disse a delegada.

    Relembre o caso

    De acordo com as investigações e depoimentos de amigos e familiares da vítima, o término do relacionamento seria a principal causa do crime. Kimberly foi encontrada morta no apartamento do namorado, na avenida Joaquim Nabuco, Centro, Zona Sul de Manaus. No corpo havia perfurações de faca, principalmente nas regiões do pescoço e barriga. 

    A modelo estava desaparecida desde o último domingo (10), conforme publicação de amigos e familiares nas redes sociais. A miss não teria dado mais notícia desde a noite após publicar uma homenagem para a mãe Neylla. 

    De acordo com as investigações e vídeos, Rafael teria trocado de roupa após o crime. Conforme a polícia, Rafael saiu do local no carro dele, modelo Audi, de cor branca. O veículo está envolvido em um acidente na estrada de Roraima, ocorrido na tarde de quarta-feira (13). Foi informado também que Rafael pediu carona e seguiu para Boa Vista.

    A Polícia Civil roraimense ressaltou que as ações para capturar Rafael foram intensificadas por uma força-tarefa formada por policiais civis, militares e da Divisão de Inteligência e Captura (Dicap), da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc).