Fonte: OpenWeather

    Fuga


    Presos usam 'tereza' para fugir de delegacia em Rio Preto da Eva

    A fuga aconteceu na noite da última quinta-feira (14)

    Dupla ainda não foi capturada | Foto: Divulgação

    Rio Preto da Eva - Os detentos Carlos André da Silva Castro, de 35 anos, e Janderson Braga dos Santos, de 26 anos, fugiram na noite de quinta-feira (14), por volta das 21h30, de uma cela da carceragem da 36ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Rio Preto da Eva (município distante 57 quilômetros em linha reta de Manaus), onde cumpriam pena por crimes distintos. Os policiais do lugar perceberam a fuga ao verem uma corda de lençóis, conhecida como "Tereza", jogada pelos suspeitos para o lado externo da unidade policial. 

    Conforme o Boletim de Ocorrência (BO), registrado após a fuga, os policiais encontraram as cordas enquanto realizavam ronda de rotina pela frente da delegacia. A cela, onde os presos estavam, fica com acesso à parte externa da delegacia e estava destinada à detentos presos durante a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Os fugitivos saíram da cela após retirarem tijolos e empurrarem uma das grades, devido a vulnerabilidade do lugar. Ao saírem pelas cordas com lençóis, a dupla fugiu para rumo desconhecido. 

    Apesar de haver câmeras de segurança no lugar, devido a uma chuva ocorrida na quinta-feira (14) e a baixa iluminação no lugar utilizado pelos suspeitos como rota de fuga, a ação não foi registrada. Após a constatação da fuga, os presos - que ficaram na cela - foram remanejados para outra carceragem e as equipes policiais foram acionadas para realizar buscas pelos suspeitos. 

    Policiais militares da 3ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), daquele município, informaram ao Em Tempo que até às 14h15 desta sexta-feira (15) a dupla ainda não havia sido recapturada.