Fonte: OpenWeather

    Caso Kimberly


    Venezuelanos são presos por ajudar Rafael a se esconder da polícia

    Os venezuelanos deverão ser ouvidos pela Polícia Civil de Roraima

    Rafael recebeu ajuda de dois venezuelanos, que cederam o casebre
    Rafael recebeu ajuda de dois venezuelanos, que cederam o casebre | Foto: Divulgação

    Pacaraima - Dois venezuelanos, que não tiveram as identidades reveladas pela polícia, foram presos na tarde desta sexta-feira (15), por volta das 16h, na invasão Morro do Quiabo, em Pacaraima, por ajudarem Rafael Fernandes Rodrigues, de 31 anos, principal suspeito da morte da Miss Manicoré Kimberly Karen Mota, que tinha 22 anos,  a se esconder da polícia.

    A informação foi repassada pela delegada Zandra Ribeiro, adjunta da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). Segundo a autoridade policial, Rafael contou com a ajuda da dupla para se esconder em um casebre improvisado em uma área de mata.

    Os venezuelanos deverão ser ouvidos pela Polícia Civil de Roraima para prestarem esclarecimentos. Rafael foi preso após denúncia anônima feita à força-tarefa da Segurança Pública de Roraima. Ele estava em um casebre improvisado, bem mais magro e mal vestido.

    Segundo a polícia, ele chegou ao município após pegar um táxi em Boa Vista. O suspeito deverá chegar a Manaus, neste sábado (16), e prestará depoimento na DEHS para esclarecer a dinâmica do crime.

    Veja o vídeo da polícia levando os suspeitos: 

    | Autor: