Fonte: OpenWeather

    Estupro


    Motorista é preso suspeito de estuprar idosa cadeirante em Manaus

    O suspeito estaria sob efeito de bebidas alcoólicas e atacou a vitima por volta das 3h, enquanto ela dormia. Uma adolescente de 13 anos presenciou o crime

    A idosa sofreu um derrame há 6 anos e perdeu todos os movimentos da parte esquerda do corpo
    A idosa sofreu um derrame há 6 anos e perdeu todos os movimentos da parte esquerda do corpo | Foto: Daniel Landazuri

    Manaus - Um motorista de caminhão, identificado como Alan Bentes da Silva, de 25 anos, foi preso, na noite desta segunda-feira (18), suspeito de estuprar uma idosa cadeirante de 62 anos. O crime aconteceu na casa de uma das filhas da vítima, localizada na travessa Correia, núcleo 23 do bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. 

    O suspeito estava na residência, pois já foi namorado de uma sobrinha da idosa e é conhecido da família. Ele estaria sob efeito de bebidas alcoólicas e atacou a vitima por volta das 3h, enquanto ela dormia. Uma neta da cadeirante, de 13 anos, que dormia em uma rede, que ficava em cima da cama da vítima, presenciou o crime, mas por medo não pediu socorro.

    Conforme a família, a idosa sofreu um derrame há 6 anos e perdeu todos os movimentos da parte esquerda do corpo. A dificuldade de locomoção teria deixado a vítima impossibilitada de se defender e pedir ajuda.  

    Os parentes da vítima se juntaram e conseguiram localizar o suspeito
    Os parentes da vítima se juntaram e conseguiram localizar o suspeito | Foto: Divulgação

    Pela manhã, o suspeito teria saído da residência e ido trabalhar como se nada estivesse acontecido. Quase 18 horas depois, já no início da noite desta segunda-feira, o crime foi denunciado.

    “A filha percebeu que alguém havia mexido na fralda da idosa e tinha alguns vestígios de sangue. A neta ficou com trauma e só contou o que presenciou quando estava a maioria dos familiares reunidos”, contou um familiar, que pediu anonimato.

    No mesmo momento, os parentes da vítima se juntaram e conseguiram localizar o suspeito nas proximidades. Eles detiveram Alan dentro da casa onde ocorreu o crime e acionaram policiais da 27ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que conduziu o suspeito para o 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde os procedimentos cabíveis foram adotados. 

    “Todos os envolvidos foram ouvidos, mas já teria passado o período de flagrante. O inquérito está sendo instaurado e o delegado deve decidir toda essa situação”, explicou o sargento Timoteo, da 27ª Cicom.

    Veja a entrevista com o sargento que atendeu a ocorrência