Fonte: OpenWeather

    Bala Perdida


    Vídeo: Compensa recebe cortejo de adolescente vítima de bala perdida

    O adolescente Jorge Gustavo Silva Santos, de 12 anos, é mais uma vítima da guerra do tráfico de drogas no bairro Compensa

    | Foto: Divulgação

    Manaus - Amigos, vizinhos e familiares do adolescente Jorge Gustavo Silva Santos, de 12 anos, que morreu, na noite de segunda-feira (18), após passar seis dias internado em uma unidade hospitalar na Zona Leste de Manaus, ao ser vítima de uma bala perdida na Compensa, Zona Oeste de Manaus, se reuniram na tarde desta terça-feira (19), pelas ruas do bairro, palco do crime há uma semana atrás, para aguardar a passagem do cortejo funerário do adolescente.

    Balões brancos, hinos evangélicos e fogos simbolizaram o pedido de paz e de Justiça pela morte do adolescente, mais uma vítima da guerra do tráfico no lugar. (Veja o vídeo no final da matéria)

    Muitos moradores fizeram questão de ficar em via pública segurando balões brancos e soltando fogos. Membros da congregação, onde Jorge Gustavo frequentava, se reuniram em diversos pontos para soltar fogos. No coração de todos, lamentação pela perda e clamor por Justiça.  

    A morte do menino foi comunicada à família na noite de segunda-feira (18), com o diagnóstico de morte encefálica. O menino também havia testado positivo para o novo Coronavírus (Covid-19). A família disse que não autorizou o desligamento dos aparelhos e aponta negligência médica.

    O garoto foi baleado após em um tiroteio, ocorrido na noite de terça-feira (12), na rua 21 de junho, no bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus. Criminosos em um carro foram até o lugar para executar um homem conhecido como "Kevinho". Os tiros em via pública acabaram atingindo o adolescente e um outro homem, que foram vítimas de balas perdidas. 

    O corpo do adolescente foi velado em uma funerária no bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus, e, após cortejo na Compensa, seguiu para o sepultamento. O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

    Assista ao vídeo:

    | Autor: Divulgação