Fonte: OpenWeather

    Feminicídio


    Ao matar esposa com ferro, marido manda áudio para a família da vítima

    A mulher descobriu que era traída pelo companheiro, quis terminar o casamento, mas ele não aceitou

    | Foto: Divulgação

    Uma mulher foi espancada até a morte pelo próprio marido na zona oeste de São Paulo. Everton do Nascimento Serra, de 30 anos, teria usado até um ferro de passar roupa para agredir Janaína Teixeira Araújo, de 27 anos. 

    Segundo informações, a briga começou após a vítima descobrir que era traída e pedir o divórcio. Vizinhos dizem que a discussão durou cerca de três horas.O casal tem uma filha de sete anos.

    Após matar a esposa usando um ferro de passar roupa, Everton, mandou um áudio para a família da vítima falando sobre o crime."

    "Eu acabei com tudo, com tudo, eu acabei com tudo, sabe o que é tudo?", diz na gravação.

    Segundo a família da professora, essa não foi a primeira agressão. Dessa vez, o motivo da briga seria traição. Janaína descobriu que o marido tinha uma amante e pediu para terminar o relacionamento. A mulher está grávida de sete meses.

    Everton ainda não foi encontrado pela polícia e está foragido.

    Veja a reportagem do caso: