Fonte: OpenWeather

    Segurança pública


    Moradores de Pauini, no AM, pedem segurança após onda de violência

    Donos de estabelecimentos comerciais relatam que a onda de assaltos 'tira o sono' dos moradores de Pauini.

    | Foto: reprodução

    Manaus – Moradores da cidade  Pauini, localizado no Sul do Amazonas, pedem segurança após forte onda de violência vivida nas últimas semanas. Estabelecimentos comerciais e lanchonetes foram invadidas e depredadas. 

    Os donos de uma lanchonete, localizada na rua 19 de Março, bairro Cidade Alta contam que há cinco dias tiveram o lanche depredado após a ação de assaltantes.

    “Por volta das 2h30 da madrugada entraram pelo lado da minha casa e ficaram escondidos do lado do lanche, olhando se tinha alguém na sua. Como não viram ninguém, quebraram a porta do lanche, e se esconderam. Além de quebrarem a porta de vidro do lanche fomos roubados” afirmou a dona do estabelecimento. 

    Lojas são invadidas para furtos de pertences
    Lojas são invadidas para furtos de pertences | Foto: Arquivo pessoal

    A segurança do local só é possível por meio da captação de imagens do circuito interno, mas as câmeras instaladas não inibiram a ação dos assaltantes. “Nós temos essas informações porque uma câmera filmou. Não está fácil, passamos por momentos difíceis esses tempos. Não conseguimos dormir com tanto medo” desabafou a moradora. 

    O dono do estabelecimento comercial, Aristides Mamed, conta que por quatro vezes teve seu comércio invadido e pede soluções para o problema da segurança. 

    “Chegamos a fazer três boletins, porém o delegado falou que estavam sem juiz e iriam pedir a preventiva do homem que estava assaltando por aqui. Graças a Deus que esses dias pegaram ele”, disse o morador.

    Os moradores pedem pela segurança do município
    Os moradores pedem pela segurança do município | Foto: Arquivo pessoal

    Ele conta que a população pretende fazer justiça com as mãos, pois não aceitam mais ter seus comércios e casas invadidas. “Eu mesmo fui à procura do homem que invadiu meu mercado. Encontrei ele no bar e fui para luta corporal. Ele saiu correndo, mas a população pegou e levou para a delegacia. A gente não aguenta mais esse tipo de coisa”, relatou. 

    Prisões em Pauini

    Em maio, três pessoas foram presas durante a operação denominada "Onça 2", com intuito de desarticular uma organização criminosa especializada em cometer roubos naquele município. 

    De acordo com a Polícia Militar as equipes foram em busca dos criminosos após denúncias da comunidade. Na casa onde estavam, os policiais encontraram dois revólveres calibre 36, um revólver calibre 22, 23 munições de calibre 22, duas munições de calibre 36, quatro terçados, um espeto de ferro, uma cavadeira artesanal e quatro aparelhos celulares.

    Pedido de reforço

    O pedido foi feito em 21 de maio após forte onda de violência
    O pedido foi feito em 21 de maio após forte onda de violência | Foto: Prefeitura de Pauini

    A prefeita de Pauini, Eliana Amorim, do Movimento Democrático Brasileiro - MDB, solicitou ao primeiro-tenente Bruno Almeida, comandante da corporação em Boca do Acre, e que também responde pela jurisdição do município, o reforço de policiais militares, para reforçar a segurança no município, que vem sofrendo bastante com ondas de violência.

    Leia mais: 

    Proprietária de loja reage e fere assaltante 

    Aumentam o índice dr roubos e furtos durante a quarentena