Fonte: OpenWeather

    Prisão


    Neto suspeito de matar o próprio avô degolado se entrega à polícia

    O crime aconteceu no último domingo (14) na Comunidade Gutierrez, no município de Careiro da Várzea. A vítima foi encontrada morta dentro de uma rede

    O suspeito se apresentou na Delegacia Geral de Polícia Civil | Foto: Divulgação

    O suspeito se apresentou na Delegacia Geral de Polícia Civil
    O suspeito se apresentou na Delegacia Geral de Polícia Civil | Foto: Divulgação

    Manaus - Genildo Monteiro das Neves, de 26 anos, se apresentou na manhã desta sexta-feira (19), por volta das 10h, no prédio da Delegacia Geral de Polícia Civil, no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste de Manaus. Ele é suspeito de ter matado o próprio avô, Emanoel Justino da Silva, conhecido como "Manduca", de 80 anos, com um corte profundo no pescoço. O caso ocorreu no último domingo (14), na Comunidade Gutierrez, no município Careiro da Várzea (distante 25  quilômetros em linha reta de Manaus).

    Conforme uma fonte policial, o suspeito se entregou no prédio geral da PC-AM, por medo de se apresentar na Delegacia de Careiro da Várzea e sofrer agressões vindas da população, que está revoltada com a morte do idoso. Em nome do suspeito, há um mandado de prisão. Mesmo, se apresentando à polícia, ele não confessou ter matado o próprio avô. 

    O crime

    Segundo os policiais, a vítima foi encontrada pela neta - que foi levar um remédio e acabou encontrando o idoso sem vida dentro de uma rede. 

    Na casa da vítima não tinha nenhum sinal de arrombamento, o que levanta a suspeita do neto ter participado do crime.  Segundo familiares, uma certa quantia em dinheiro foi levada da casa do idoso. 

    Mais informações sobre a prisão e depoimento de Genildo deverão ser divulgadas posteriormente pela PC-AM. 

    Leia Mais

    Idoso morre ao bater moto em buraco de avenida do Distrito Industrial

    Idoso sofre infarto fulminante e morre em cima de caminhão em Manaus