Fonte: OpenWeather

    prisão temporária


    Trio que agrediu homem até à morte ficará em presídio de Manaus

    Miguel Ângelo Carvalho de Alves, de 34 anos, foi agredido até à morte no dia 14 de junho deste ano na Zona Centro-Sul de Manaus

    | Foto: Suyanne Lima/Em Tempo

    Manaus - Rodrigo Carlos de Souza, Roosevelt Martins de Freitas e Vinicius Badales Nunes, todos com 20 anos, foram presos na manhã desta quinta-feira (26), em uma quitinete no bairro Redenção, na Zona Centro-Oeste de Manaus, em cumprimento a mandado de prisão temporária. Eles são apontados como autores da morte de Miguel Ângelo Carvalho de Alves, de 34 anos, que foi agredido até à morte no dia 14 de junho deste ano, na comunidade União, no bairro Parque 10 de Novembro, Zona Centro-Sul de Manaus.

    Conforme a delegada Zandra Ribeiro, titular interina da DEHS, os suspeitos estavam bebendo junto com Miguel e um venezuelano - que não teve a identidade revelada, momento em que Miguel e Roosevelt passaram a discutir.  O venezuelano acabou indo embora e Rodrigo, Vinicius e Roosevelt passaram a agredir a vítima fisicamente, inclusive usando gargalos de garrafa.

    "Os três se apresentaram na quarta-feira (24) e confessaram todo o crime. Eles relataram que conheciam Miguel e que no passado ele já havia discutido com o pai de Roosevelt. Foi isso que teria motivado essa nova discussão e, posteriormente, o fato dos autores agredirem a vítima até à morte. Naquele dia, eles foram indiciados e hoje cumprimos a ordem de prisão temporária em nome deles. Vamos solicitar a conversão em prisão preventiva", explicou a delegada.

    Zandra Ribeiro destacou ainda que, após se apresentarem, o trio - que integra um facção criminosa que atua no tráfico de drogas na comunidade da União - decidiu se mudar de bairro e alugou uma casa no bairro Redenção, onde estavam morando juntos.

    As ordem judiciais em nome dos suspeitos foram expedidas na quinta-feira (26), pela juíza Sabrina Cumba Ferreira, da Central do Plantão Criminal.

    Procedimentos

    Roosevelt, Rodrigo e Vinicius foram indiciados por homicídio. Ao término dos procedimentos cabíveis, eles serão levados para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde irão ficar à disposição da Justiça.

    Leia mais: 

    Após confessar assassinato, trio sai pela porta da frente de delegacia

    Assaltante é detido e apanha de moradores do bairro Presidente Vargas

    Criminosos assaltam mais uma vez ônibus da linha 450 em Manaus