Fonte: OpenWeather

    Estupro de vulnerável


    Adolescente de 13 anos engravida de estuprador em comunidade no AM

    Os estupros aconteciam desde quando a menina tinha 11 anos

    O Conselho Tutelar e a Polícia Militar foram no local
    O Conselho Tutelar e a Polícia Militar foram no local | Foto: Divulgação

    Manacapuru (AM) - Uma adolescente de 13  anos, que era vítima de estupros ocorridos desde quando ela tinha 11 anos de idade, acabou engravidando do principal suspeito de cometer o crime, um homem de 55 anos. Ele é era vizinho da vítima na comunidade Mundurucus, na zona rural de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus).

    O Conselho Tutelar do município recebeu a denúncia sobre o caso e viajou mais de 2 horas para verificar a situação. 

    De acordo com a presidente do Conselho Tutelar, Milka Ruiz, um comunitário e a mãe da vítima informaram o órgão sobre o ocorrido. As equipes foram à localidade em busca dos suspeito, mas ele havia fugido após descobrir que tinha sido denunciado. Moradores da área ainda fizeram buscas por ele na mata, mas não foi encontrado. 

    "A adolescente é de uma família com poucos recursos, vive em uma situação de vulnerabilidade social e estudou apenas dois anos. Ela não possui estrutura para ser mãe e contou que o suspeito não dava nada em troca e que ela não tinha nenhum sentimento por ele. O que percebemos é que a adolescente apresenta um comportamento diferente, mas não há nenhum laudo que comprove algum tipo de deficiência intelectual. Agora iremos encaminhá-la para todos os atendimentos necessários e vai iniciar o pré-natal. O caso já foi apresentado para a delegacia do município e para o Ministério Público do Amazonas (MP-AM)", explicou a conselheira. 

    Ruiz destacou, ainda, que o suspeito fugiu da comunidade e que ele é pai de nove filhos. "O que nos deixa triste é que, apesar de contarmos com a sociedade para proteger nossas crianças e adolescentes, ainda encontramos esses casos que pensamos onde estão os olhos da comunidade? Talvez ele pensou que não fossemos tão longe, mas viajamos, confirmamos o fato e fizemos todos os procedimentos para que esse crime não fique impune", finalizou.

    O Portal EM TEMPO solicitou informações da Polícia Civil do Amazonas sobre o andamento das investigações e de acordo com a delegada Roberta Merly, titular da Delegacia Especializada de Polícia (DEP) de Manacapuru, todos os procedimentos cabíveis em relação ao caso foram realizados. A vítima foi ouvida e relatou que a relação foi consensual. Porém, pelo fato da vítima ser menor de idade, o ato se enquadra no crime de estupro de vulnerável. 

    A autoridade policial destacou que a adolescente foi encaminhada para uma unidade hospitalar, onde passou por exame de conjunção carnal e, posteriormente, foi levada para atendimento psicológico. Além disso, um Inquérito Policial (IP) foi instaurado e as investigações seguem em andamento para solucionar o crime. 

    Leia Mais

    Homem que estuprou e engravidou menina de 12 anos é preso em Manaus

    Criança de 2 anos é estuprada por idoso de 60 anos dono de creche