Fonte: OpenWeather

    Prisão Domiciliar


    Mulher de Queiroz coloca tornozeleira eletrônica

    A Justiça enviou uma intimação para Márcia Aguiar instalar o dispositivo. O casal já está confinado em residência no Rio de Janeiro

    O casal é obrigado a usar tornozeleira eletrônica e está proibido de ter contato com terceiros
    O casal é obrigado a usar tornozeleira eletrônica e está proibido de ter contato com terceiros | Foto: Divulgação

    A esposa de Fabrício Queiroz, Márcia Aguiar, foi à Central de Monitoramento do Estado do Rio de Janeiro na manhã desta sexta-feira (17), após receber intimação da Justiça para colocar uma tornozeleira eletrônica. Ela era considerada foragida há três semanas.

    O ex-assessor de Flávio Bolsonaro e a mulher cumprem mandado de prisão domiciliar, em Jacarepaguá, zona oeste carioca. A decisão foi do Superior Tribunal de Justiça (STJ), após a defesa alegar que ele tem câncer e passou recentemente por uma cirurgia na próstata.

    O casal é obrigado a usar tornozeleira eletrônica e está proibido de ter contato com terceiros. Com isso, eles não podem usar telefone, celular ou computador.

    Prisão de Queiroz

    Fabrício Queiroz foi preso no dia 18 de junho e foi levado para Complexo Penitenciário de Bangu (RJ). Ele é investigado na operação da "rachadinha", na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Já Márcia teve prisão decretada por possível tentativa de obstruir a apuração da polícia. O ex-assessor parlamentar foi encontrado em Atibaia, no interior de São Paulo, no dia 18 de junho. O imóvel que ele vivia pertence a Frederick Wassef, advogado da família Bolsonaro.