Fonte: OpenWeather

    Revista Prisional


    Munições, armas e celulares são apreendidos em presídio de Tabatinga

    Os internos que se encontravam nas celas com os produtos proibidos também devem passar por Conselho Disciplinar

    | Foto: Reprodução

    Manaus – Mais de 60 munições, uma arma, 48 celulares e vários produtos ilícitos foram apreendidos durante revista geral nos dias 15 e 18 deste mês, na Unidade Prisional do município de Tabatinga (a 1.108 quilômetros de Manaus). A ação foi realizada pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), com o apoio da Polícia Militar do Amazonas (PMAM e da equipe da Coordenação do Sistema Penitenciário (Cosipe), que foi deslocada até o município para implantar os procedimentos operacionais adotados durante a ação.

    “Realizamos uma revista e verificamos a existência de muitos produtos ilegais dentro do presídio. Tivemos indícios que havia outros materiais e, após nova revista, chegamos à arma, munições e outros ilícitos”, comentou o secretário-executivo adjunto da Seap, coronel André Luiz Barros Gioia.

    Na revista de sábado (18), foram encontrados uma arma de fogo tipo pistola calibre 380, com um carregador; 63 munições calibre 380; 26 aparelhos celulares; quatro roteadores de internet; uma bateria de celular; 27 carregadores de celular; oito fones de ouvido; um chip de celular; 23 cabos USB; seis estoques e outros.

    Durante a primeira revista geral, realizada na última quinta-feira (15/07), as equipes retiraram materiais em excesso das celas e encontraram diversos produtos proibidos em poder dos detentos. Entre as apreensões, estavam 22 celulares; cinco chips de celular; um carregador de celular; 25 estoques; 23 trouxas de entorpecentes; dois cartões de memória e quantias em dinheiro peruano e colombiano. Todo procedimento foi acompanhado por representante da Defensoria Pública do Estado (DPE).

    Sanções

    A Seap determinou o afastamento de servidores da unidade prisional até que sejam apurados supostos desvios de conduta em função da entrada dos materiais ilícitos. Os internos que se encontravam nas celas com os produtos proibidos também irão passar por Conselho Disciplinar. Os materiais apreendidos nas duas revistas foram apresentados na 4° Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC).

    Leia Mais:

    Em Manaus, depois de trocar tiros com bandidos, polícia encontra bomba

    Mulher leva tiro por não ter celular para entregar a assaltantes