Fonte: OpenWeather

    Execuções


    Mortes do Centro e Compensa podem ter ligação, diz delegado em Manaus

    Polícia diz que exames balísticos demonstram características semelhantes nas armas usadas nos crimes

    Crimes aconteceram na mesma noite e possuem características semelhantes, apesar de terem ocorrido em locais diferentes
    Crimes aconteceram na mesma noite e possuem características semelhantes, apesar de terem ocorrido em locais diferentes | Foto: Reprodução

    Manaus - A noite desta quinta-feira (13) foi marcada por execuções em duas áreas da cidade de Manaus. A polícia investiga a ligação das mortes de um homem identificado como "Playboy", de um adolescente e de uma ambulante. De acordo com a polícia, os crimes possuem características que podem ligar os mesmos autores e as motivações. 

    Segundo o delegado Fábio Silva, plantonista da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), as mortes podem ter ligação, mas a polícia segue em investigação. "Os calibres das armas são os mesmos, temos exames balísticos para confirmar. Inclusive, o veículo que foi citado no Centro tem as mesmas características citadas aqui na Compensa", declarou. 

    "Playboy"

    Yojan foi executado com três tiros na noite desta quinta-feira (13)
    Yojan foi executado com três tiros na noite desta quinta-feira (13) | Foto: Reprodução

    O jovem de 18 anos, Yojan Ramos dos Santos da Silva, foi morto às 19h40 enquanto assistia televisão em uma lanchonete na Rua José Clemente, no Centro. Ele foi atingido com três tiros. 

    O suspeito que atirou contra o “Playboy” fugiu com a ajuda de um comparsa em uma moto. O crime pode ter sido motivado por acerto de contas, pois a vítima vendia drogas no entorno o Teatro Amazonas e já teria sido preso pelo crime de tráfico de drogas há três meses. Veja na íntegra:

    Vídeo: 'Playboy' é executado com três tiros no Centro de Manaus

    Executado com 17 tiros

    Horas depois da morte de "Playboy",  outro crime. Desta vez, o adolescente Jeferson Soares, de 17 anos, foi executado no bairro Compensa 2 - Zona Oeste da capital - com 17 tiros.

    As características da execução são parecidas, principalmente, pelos tiros que acertaram a cabeça da vítima em sua maioria. 

    Quatro homens, ainda não identificados, são suspeitos de terem envolvimento no homicídio. Os suspeitos tentaram fugir em um carro, modelo Ônix, de cor vermelha, trocaram tiros com a polícia e foram detidos. Veja ainda: Grupo mata adolescente com 17 tiros e acaba preso na Compensa

    Segundo informações da polícia, dois comparsas estavam em uma moto aguardando o momento da execução do adolescente. Há suspeita de que os mesmos estavam no crime ocorrido no Centro. 

    Um dos suspeitos presos, identificado apenas pelo apelido de "Cabeça", é apontado pela polícia como responsável por outras mortes na capital amazonense.

    Ataque no Centro

    Uma vendedora ambulante, identificada como Karina da Costa Amoras, morreu na madrugada desta sexta-feira (14) após ser atingida por tiros na noite desta quinta-feira (13) na Rua Lobo D'Almada, no Centro. O crime aconteceu duas horas depois da morte do "Playboy". 

    Ela trabalhava como vendedora de carne na chapa no local onde foi baleada. A área é de intenso movimento do tráfico de drogas. 

    Leia mais:

    Ambulante atingida a tiros no Centro morre em hospital 

    Homem é agredido até a morte dentro de casa em Manaus 

    'Não fui eu' diz motorista de app acusado de agressão e homofobia