Homicídio


Última conversa: homem é morto por amigos com tiro na nuca em Manaus

O corpo de Edilson foi removido para o Instituto Médico Legal (IML)

Policiais da 4ª Cicom ainda ouviram os disparos que levaram a vítima à morte | Foto: Divulgação

Manaus - O autônomo Edilson Cardoso dos Santos, de 25 anos, foi assassinado com um tiro na nuca na noite deste sábado (15). O crime aconteceu nas proximidades da casa onde a vítima morava, na rua das Mangabeiras, bairro Gilberto Mestrinho, Zona Leste de Manaus. 

O tio da vítima, que não teve o nome divulgado, informou à polícia que os suspeitos foram chamar Edilson na residência dele. A vítima não desconfiava que seria atacada.

"Ele imaginava que era só uma conversa, mas foi atacado e morto pelos caras", contou.

Ainda conforme o relato do tio à polícia, a vítima conhecia os assassinos, já que saiu na companhia deles. Policiais da 4ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) faziam patrulhamento a poucos metros do local do crime e ainda chegaram a ouvir os disparos.

“Estávamos na rua de trás e ouvimos os disparos. Foram quatro tiros, mas só um atingiu a vítima. Quando nos deslocamos até o local do crime, os suspeitos fugiram por uma parte baixa da rua”, relatou o tenente Eduardo Neves, da 4ª Cicom.

Ainda segundo a Polícia Militar, o assassinato pode estar relacionado com o envolvimento da vítima na venda de drogas na área. O corpo de Edilson foi removido para o Instituto Médico Legal (IML). O caso deve ser investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).