Susto


Família reclama de festa em condomínio no AM e sofre atentado a tiros

Vítimas afirmam que autor dos disparos é cabo da Polícia Militar

Eduardo Michiles denunciou o caso à polícia
Eduardo Michiles denunciou o caso à polícia | Foto: Reprodução/Instagram

Manaus - Uma família vivenciou momentos de horror na madrugada deste domingo (13), quando um dos quartos do apartamento onde a família mora foi atingido por diversos tiros. O caso ocorreu em um condomínio situado nua Rua Jorge Luiz Milano, bairro da Paz, Zona Centro-Oeste de Manaus. A família afirma que os disparos foram efetuados por um suposto cabo da Polícia Militar, que ainda não foi localizado. 

O EM TEMPO entrou em contato com a Polícia Militar e aguarda resposta. 

Eduardo Michiles foi o responsável por denunciar o caso. Segundo ele, o suposto policial fez ameaças de morte à família e, durante a madrugada, realizou os disparos em direção ao quarto do filho de Michiles. Os tiros atingiram o teto e alguns móveis. 

"Graças a Deus o quarto estava vazio, pois ele [filho] estava conosco. Mas, e se ele estivesse lá? Não me importam os danos materiais, é minha família que está em risco", lamentou. 

Móveis da casa foram atingidos pelos tiros
Móveis da casa foram atingidos pelos tiros | Foto: Reprodução/Instagram

Apesar de não causar ferimentos à família, o caso gerou medo e incertezas sobre a segurança pessoal da família. "Nós tivemos que sair com a roupa do corpo. Meu filho de dois anos só consegue repetir o barulho dos tiros e estamos praticamente refugiados, sem poder nem relevar onde estamos", ressaltou. 

Motivação 

Ainda de acordo com Michiles, a confusão iniciou depois que ele fez uma reclamação - junto ao síndico - em relação a uma festa realizada após a meia-noite, o que não é permitido pelo regimento interno do condomínio. 

"Apenas enviamos uma mensagem ao síndico questionando a duração do evento, pois conosco a orientação é finalizar até meia-noite. Depois fomos surpreendidos com os disparos e as ameaças", afirmou Eduardo.

Foragido

O autor dos disparos, que supostamente é cabo da Polícia Militar, ainda não foi localizado. Imagens gravadas por Michiles, e pelas câmeras de segurança do condomínio, vão ajudar a identificar o responsável pelo atentado. 

"Minha família é tudo para mim. Enquanto nós vivemos esse medo constante, ele está por aí. Quem deveria nos proteger, foi quem atentou contra nossa vida", finalizou. 

O caso foi registrado no 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP). 

Na tarde deste domingo (13), o portal Em Tempo entrou em contato com a Polícia Militar - por e-mail - para saber se, de fato, o autor dos disparos é policial. Até a publicação desta matéria, a equipe ainda não havia recebido resposta. 

Leia mais: 

‘Loirinho’ morre após ataque surpresa na Zona Leste de Manaus

A tiros, jovem é executado 24h após sobreviver a atentado em Manaus