Fonte: OpenWeather

    Perda


    PM baleado por grupo de homens em Humaitá morre no 28 de Agosto

    Ele foi baleado no dia 6 de setembro, por um grupo de homens durante uma ocorrência no município de Humaitá

    | Foto: Divulgação

    Manaus - O cabo da Polícia Militar Aldison Guacebe de Almeida,do efetivo do 4° Batalhão de Polícia Militar de Humaitá, morreu na manhã deste sábado (26), na manhã deste sábado(26), no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul de Manaus. Ele havia sido baleado no dia 6 de setembro, por um grupo de homens durante uma ocorrência no município.

    No dia do crime, por volta das 1h30, o cabo da PM e um outro colega da corporação foram atacados por homens embriagados nas proximidades do Porto do Distrito de Auxiliadora, na Zona rural. 

    Os suspeitos agrediram fisicamente os policiais. Um dos policiais reagiu e baleou um dos criminoso, que morreu no mesmo dia. Mas após o fato, os suspeitos desarmaram o PM e balearam o cabo. 

    Após o ataque,  os criminosos ainda incendiaram a moto dos policiais e depois abandonaram a arma de fogo. 

    O cabo da PM foi encaminhado para a capital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. O corpo dele foi removido pela equipe do Instituto Médico Legal (IML). 

    O Comando da PM-AM está providenciando o translado do corpo para a sua cidade, local onde receberá as honras militares e será sepultado.

    Leia mais: 

    Policiais militares são atacados, um é baleado e agressor morre no AM

    Criminoso é preso após assaltar ônibus da linha 350 em Manaus

    Traficantes são presos com drogas em Manaus e no interior