Armamento


Mais de 100 armas roubadas em Manaus podem estar em outro Estado

A quadrilha, que roubou o arsenal da casa de um ex-coronel da PM, em Manaus, incinerou o carro usado no crime e abandonou em um ramal no bairro Tarumã

| Foto: divulgação

Manaus - Após quase uma semana do roubo de 108 armas da casa de um ex-coronel da Polícia Militar, na Zona Centro-Sul de Manaus, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) trabalha com a hipótese de que parte do arsenal pode ter sido enviado para outro estado do Brasil. As investigações do caso estão sendo coordenadas pelo delegado Cícero Tulio, titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DEFRV). 

Além das armas, a quadrilha também levou o carro da família, modelo Honda City. Os policiais da DERFV iniciaram os procedimentos para recuperar o veículo das vítimas. Horas após o crime, por volta das 15h, o automóvel foi achado pela equipe de investigação rua da Glória, bairro Glória, Zona Oeste. 

Ainda no mesmo dia, os investigadores localizaram o carro, modelo Tucson, usado pelos criminosos. Com o objetivo de dificultar as investigações, a quadrilha incinerou o automóvel e abandonou em um ramal no bairro Tarumã. Ambos os veículos passaram por perícia. 

Os investigadores também obtiveram imagens de câmeras de segurança do bairro onde mostram o carro da família sendo abordado pelos criminosos. 

Veja

Abordagem da quadrilha | Autor: Divulgação
 

O delegado informou que uma das linhas de investigação que surgiu a partir de informações coletadas durante a semana, aponta que parte das armas pode ter sido levadas outro estado da federação. A DERFV agora trabalha para localizar as armas e prender os envolvidos.

Veja a entrevista com o delegado 


O caso 

Ao menos cinco homens encapuzados invadiram a casa de um ex-coronel da Polícia Militar, falecido há dois anos, renderam três mulheres da família e roubaram 108 armas de fogo. O fato aconteceu na madrugada do dia 4 de outubro deste ano, na rua Três, bairro Parque 10, Zona Centro Sul de Manaus. 

Conforme a 23ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), por volta das 22h, as vítimas chegavam em casa de carro quando foram surpreendidas pelos criminosos, que estavam em via pública, em outro veículo não identificado. 

Os bandidos, que estavam encapuzados, renderam as mulheres e entraram no imóvel. As vítimas foram amarradas e a quadrilha começou a recolher as armas, que faziam parte de uma coleção do militar.

Entre as armas roubadas estavam fuzis, pistolas, carabinas e espingardas. 

Leia mais 

Procurado pela Interpol, líder de esquema criminoso é preso

‘Bonekito, Pikachu e Playboy’ são presos por roubo de carro em Manaus

Trio que clonava veículos para facção criminosa é preso em Manaus