Fonte: OpenWeather

    Investigação em Manaus


    Mãe leva filho morto para SPA e polícia suspeita de maus-tratos

    Doente, a criança ainda foi levada por dois dias até o SPA do Galileia, em Manaus. Na noite desta terça (24), a mãe chegou com o filho morto na unidade de saúde

    O corpo da criança foi removido pelo IML
    O corpo da criança foi removido pelo IML | Foto: Arquivo EM TEMPO

    Manaus - O pequeno Luís Felipe dos Santos Pereira Barbosa, de 2 anos, morreu, na noite desta terça-feira (24), no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Galileia, na zona Norte de Manaus. A Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca) investiga se a criança sofria com maus-tratos.

    Ao Portal EM TEMPO, a assessoria da Polícia Civil informou que a mãe da criança foi ouvida na delegacia. Em depoimento, ela contou que o filho apresentou quadro de febre e um abscesso na boca, no sábado (21). No SPA, a criança foi medicada e liberada para casa.

    A mãe ainda relatou na Depca que, na segunda-feira (23), retornaram à unidade hospitalar com o quadro agravado. O menino foi encaminhado a um odontopediatra para fazer o acompanhamento.

    Após procedimentos com o especialista, a criança foi liberada, porém, na noite de terça (24), a genitora retornou com o filho já morto.

    Ainda por meio da assessoria, a delegada Joyce Coelho, titular da Depca, explicou que a morte está sendo investigada como suspeita de maus tratos. Um exame de necropsia foi requisitado ao Instituto Médico Legal (IML) e as diligências continuam para apurar a verdadeira causa da morte da criança.

    A reportagem não conseguiu localizar a família da criança. 

    Leia mais 

    Em Manaus, mãe abandona filha de 5 anos em casa para ir beber em bar

    Vídeo: mulher é presa após colocar chumbinho na comida dos filhos

    Mulher é presa ao tentar vender o filho para comprar drogas em Manaus