Fonte: OpenWeather

    Crime em Barrerinha


    Acusado de estuprar e matar bebê de 1 ano é transferido para Parintins

    O acusado de estuprar e matar uma criança de 1 ano no município de Barreirinha foi preso e transferido para Parintins. A transferência se deu após moradores de Barreirinha revoltados com o crime tentarem invadir a delegacia para linchar o suspeito

    O acusado foi retirado do município com intervenção da força tática e encaminhado a Parintins.
    O acusado foi retirado do município com intervenção da força tática e encaminhado a Parintins. | Foto: Reprodução

    Parintins (AM) – O acusado de estuprar e matar uma criança de 1 ano no município de Barreirinha foi preso e transferido para Parintins. A transferência se deu após moradores de Barreirinha revoltados com o crime tentarem invadir a delegacia para linchar o suspeito na noite deste domingo (20).

    O prédio da delegacia e viaturas foram alvos de vandalismo. Na manifestação algumas pessoas foram baleadas e duas morreram.

    De acordo com o comandante do 11° Batalhão da Polícia Militar, o tenente coronel Corrêa Júnior, o acusado foi preso pela Polícia Civil na comunidade Terra Preta.

    Ainda segundo Corrêa Júnior, dois policiais civis se deslocaram para o local para ser feito a condução do acusado para a delegacia, porém quando chegaram em Barreirinha a delegacia já estava cercada. “Somente após verificarem essa situação foi que solicitaram apoio da PM. Enquanto a população tentava invadir a delegacia houve um confronto com a polícia civil. Três pessoas foram baleadas, tendo uma vindo a óbito. A segunda pessoa morreu às 5h em Parintins".

    Leia mais: Estupro e morte de bebê geram revolta em Barreirinha

    O comandante informou que nove policiais de Parintins e cinco de Boa Vista de Ramos foram enviados ao município, após confirmação da confusão generalizada. A situação perdurou até duas horas da manhã.

    O acusado foi retirado do município com intervenção da força tática e encaminhado a Parintins.

    Mesmo após a retirada do suspeito, a população conseguiu invadiu a delegacia para depredá-la. Furiosos, tentaram também invadir o quartel, mas foram impedidos.

    * Com informações do Portal Parintins 24h

    Leia mais:

    Estupro e morte de bebê geram revolta no interior do AM; veja vídeos