Fonte: OpenWeather

    Violência


    Homens são presos após agredirem guardas municipais durante assalto

    Os homens tentaram assaltar estabelecimento comercial no Shopping Phelippe Daou, renderam e agrediram quatro guardas municipais, até a chegada dos policiais

     

    Foram apreendidas cordas, braçadeiras, uma arma de fogo e uma arma branca (faca)
    Foram apreendidas cordas, braçadeiras, uma arma de fogo e uma arma branca (faca) | Foto: Divulgação

    Manaus - Quatro homens, que não tiveram a identidade revelada, com idades entre 20 e 27 anos, foram presos após uma tentativa de assalto a um estabelecimento comercial no Shopping Phelippe Daou, no bairro Cidade de Deus, Zona Norte na madrugada deste sábado (13). Durante a ação, os criminosos agrediram guardas municipais e o os fizeram de reféns. Um deles conseguiu fugir e chamou a polícia. 

    A ocorrência foi atendida por policiais do Batalhão de Choque, Regimento Montado (RPMon), CIP-Cães e Operações Especiais (COE), que integram o Comando de Policiamento Especializado (CPE). Segundo informações repassadas pela unidade, assim que os policiais entraram no centro comercial, três infratores se renderam, liberando um dos reféns que estava com vários hematomas por conta das agressões do grupo. Os policiais fizeram varredura no local e conseguiram capturar outro envolvido.

    De acordo com uma testemunha que preferiu não se identificar, assim que perceberam a movimentação no local, os guardas foram até lá e os criminosos agiram com muita violência. Um dos guardas chegou a ser jogado de um barranco nas proximidades do Shopping, mas conseguiu fugir e acionar a polícia.

    "Na hora estavam quatro guardas municipais. Três foram amarrados, amordaçados, levaram coronhadas, chutes e bateram com a faca também na cabeça de um dos guardas. Esse que foi jogado no barranco conseguiu quebrar as braçadeiras das pernas e das mãos, conseguiu correr e chegar até a Bola do Produtor, que ele conseguiu o apoio de uma viatura do Choque", afirmou.

    De acordo com a PM, o quarteto foi apresentado ao 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), para os procedimentos legais cabíveis e três deles tinham passagem pela polícia por roubo e tráfico de drogas.

    Leia Mais:

    Militar é esfaqueado durante tentativa de sequestro no Novo Aleixo

    Dois homens são detidos em comunidade rural de Anamã

    Mulher é executada com seis tiros no Centro de Manaus