Fonte: OpenWeather

    Revelações


    Pai de Henry diz que vê ganância nas ações da mãe do menino

    Leniel se mostrou frustrado por Monique não ter se pronunciado sobre as agressões que Henry sofria

     

    O ex-casal se conheceu em abril de 2011 e se casaram em dezembro do ano seguinte
    O ex-casal se conheceu em abril de 2011 e se casaram em dezembro do ano seguinte | Foto: Divulgação

    Leniel Borel, de 37 anos, deu uma entrevista ao Globo sobre o seu relacionamento com Monique que durou uma década. O filho do casal, Henry, morreu no dia 8 de março. Monique e seu namorado, o vereador Dr. Jairinho, estão presos como parte da investigação do crime.

    O ex-casal se conheceu em abril de 2011 e se casaram em dezembro do ano seguinte. “Num primeiro momento, ele teve um baque ao saber que estava grávida. Ela tinha feito uma lipoaspiração e colocado silicone. Estava com o corpo legal. Aí eu falei: ‘Monique, vamos ter, vai ser lindo’. Casei para ter filhos. Tivemos aquele momento de reflexão, estive desempregado em 2015, mas para mim estava sendo perfeito ter o meu primeiro filho”, disse Leniel.

    Leniel se mostrou frustrado por Monique não ter se pronunciado sobre as agressões que Henry sofria. De acordo com mensagens recuperadas pela polícia, Monique tinha conhecimento que o namorado agredia o filho.

    O homem ainda disse que vê ganância nas ações de Monique. “A ganância é muito clara para mim. Ela trocou a vida que tinha numa casa em Bangu para ir para um condomínio de luxo na Barra da Tijuca. Passou a ter um bom emprego (no Tribunal de Contas do Município). Imagino que o que a gente tinha não era muito bom para ela”, disse.

    *Com informações da ISTOÉ

    Leia Mais:

    Itamaraty emite nota de pesar por morte de príncipe Philip

    Vídeo: Cirurgiã é suspensa após mostrar pele de pacientes nas redes

    Bebê cardiopata com Down e leucemia vence Covid após 10 dias intubado