Fonte: OpenWeather

    VANDALISMO


    Mais uma agência é incendiada durante onda de vandalismo em Manaus

    Uma agência do Banco do Brasil no Centro foi o novo alvo de incêndio criminoso

    Agência na rua Guilherme Moreira já é a quarta incendiada em onda de vandalismo em Manaus. | Foto: Reprodução

     

    Agência na rua Guilherme Moreira já é a quarta incendiada em onda de vandalismo em Manaus.
    Agência na rua Guilherme Moreira já é a quarta incendiada em onda de vandalismo em Manaus. | Foto: Reprodução

    Manaus - Uma agência do Banco do Brasil na rua Guilherme Moreira, no Centro, foi alvo de incêndio nesta tarde. O ataque é mais um numa série de atos de vandalismo que tem varrido Manaus e o interior a partir da noite deste sábado (5) e madrugada de domingo (6), em resposta do Comando Vermelho ao assassinato do traficante Erick Batista Costa, mais conhecido como "Dadinho", em operação policial.

      A agência já é a quarta a ser incendiada em série: a primeira foi uma agência do Bradesco, na Compensa; mais uma, dessa vez da Caixa Econômica, foi depredada no Japiim; e uma agência do banco Santander foi alvo de incêndio na avenida Djalma Batista.  

    Os ataques já ocorreram em diversos bairros da cidade, como a Compensa e a Alvorada, mas a agência é a primeira do Centro a ser atacada. Segundo o Corpo de Bombeiro Militar do Amazonas (CBMAM), houve registros de 17 ocorrências nesta noite e madrugada.

    Entre as ocorrências, estão 17 incêndios de ônibus, e ataques a tratores e pontos de ônibus, além da tentativa de bloqueio da Avenida Grande Circular com pneus em chamas.

    A Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-AM) afirmou que já criou um comitê de crise para lidar com a situação em Manaus e no interior. Segundo a SSP-AM, a ordem para os ataques partiu de dentro de um presídio.

    Leia mais:

    Vídeo: Integrantes do CV ateiam fogo em agência bancária no Japiim

    Comando Vermelho incendeia tratores e agências bancárias em Manaus

    Sinetram repudia incêndio de sete ônibus coletivos em Manaus