Fonte: OpenWeather

    Violência no trânsito


    Mortes por atropelamento aumentam 60% em Manaus em 4 meses

    Famílias ficam enlutadas quando um parente sai de casa e não retorna por conta de atropelamento. Relembre os principais casos de atropelamento ocorridos em Manaus

     

    Casos de atropelamentos em Manaus deixam famílias enlutadas
    Casos de atropelamentos em Manaus deixam famílias enlutadas | Foto: Arquivo/Portal Em Tempo


    A falta de atenção e a imprudência no trânsito, tanto do motorista quanto do pedestre, faz vítimas a cada dia em Manaus. Dados divulgados refletem preocupação, pois a cada três dias, uma pessoa perde a vida em atropelamento. Os dados são dos primeiros meses de 2021. 

      De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), apenas de janeiro a abril, o estado registrou 37 vítimas fatais desse tipo de acidente, um crescimento de 60,8% na comparação com 23, do mesmo período de 2020. A maioria dos casos de atropelamento fora da faixa de pedestre, criadas exclusivamente para a segurança do cidadão.  

    A reportagem do Portal Em Tempo relembra casos de atropelamento com vítimas fatais em 2021. O alerta serve para os riscos e a falta de atenção de motoristas de veículos e pedestres. 

    Dona de casa é atropelada duas vezes 

     

    A mulher não resistiu após ser atropelada por dois veículos.
    A mulher não resistiu após ser atropelada por dois veículos. | Foto: Arquivo/Portal Em Tempo

    No dia 6 de janeiro, a dona de casa Andreza Suzane Ferreira Da Costa, de 29 anos, morreu após ser atropelada por dois veículos. O acidente aconteceu na avenida Autaz Mirim, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus. 

    De acordo com relatos de testemunhas às autoridades, Andreza e o companheiro tentavam atravessar a via, quando a dona de casa foi atingida por um veículo modelo Fiat Pálio.

    Ela foi arremessada por alguns metros, e em seguida, a vítima foi atropelada novamente e esmagada por uma caminhonete. Nenhum dos dois motoristas pararam para prestar socorro à vítima. As informações são da polícia. 

    Veterinária morre ao ser atropelada 

    A veterinária Rayra Elias Ferreira, de 26 anos, morreu no dia 8 de janeiro, após 19 dias internada no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, na Zona Leste de Manaus. Ela foi mais uma vítima de um atropelamento fatal em Manaus. 

    Rayra foi atropelada por um veículo não identificado, teve fratura exposta e passou por cirurgia. Permaneceu internada, mas morreu no hospital. 

    Atropelado ao atravessar avenida Camapuã

     

    O homem morreu após atravessar uma avenida de Manaus
    O homem morreu após atravessar uma avenida de Manaus | Foto: Arquivo/Portal Em Tempo

    Ainda em janeiro, no dia 10, José Alberto Vieira de Souza, foi mais uma vítima de atropelamento. Ele tentou atravessar a avenida Camapuã, localizada na zona Norte de Manaus.

    O homem foi atingido por um carro, um Renault Sandero, que ficou com a frente parcialmente destruída. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas ele morreu em via pública. 

    Homem é atropelado ao atravessar Torquato Tapajós

    No dia 5 de fevereiro, um homem não identificado, foi atropelado ao atravessar umas das vias mais movimentadas de Manaus, a avenida Torquato Tapajós, na zona Norte de Manaus. Segundo o relatório do Instituto Médico Legal (IML), a vítima tinha entre 25 e 30 anos, pele parda e sem tatuagens. 

    O condutor do carro que atingiu a vítima prestou socorro e permaneceu no local até a chegada das autoridades, mas o homem morreu no local.

    Músico do boi Garantido morre em atropelamento

     

    O músico estava fazendo entregas em sua bicicleta
    O músico estava fazendo entregas em sua bicicleta | Foto: Arquivo/Portal Em Tempo

    O integrante da batucada do Boi Garantido, Mauro Júnior Filho, morreu após ser atropelado por um carro, enquanto trabalhava como entregador de delivery, na noite do dia 27 de fevereiro, na avenida Constantino Nery. 

    Mauro estava em sua bicicleta realizando entregas. Ele foi atingido por um automóvel, modelo Chevrolet Montana. Com o impacto, o músico bateu com a cabeça em uma árvore do canteiro central da avenida e sofreu traumatismo craniano.  O motorista do veículo fugiu sem prestar socorro. 

    Idoso é atropelado ao atravessar avenida das Torres 

     

    O idoso de 65 anos morreu após tentar atravessar de bicicleta uma das avenidas mais movimentadas de Manaus
    O idoso de 65 anos morreu após tentar atravessar de bicicleta uma das avenidas mais movimentadas de Manaus | Foto: Arquivo/Portal Em Tempo

    Ao tentar atravessar a avenida das Torres de bicicleta, o idoso de 65 anos, Sandoval Gonçalves dos Santos, morreu atropelado após ser atingido por um carro, de modelo Kwid. O acidente aconteceu no dia 29 de abril e afetou o trânsito no local. 

    O veículo estava sendo conduzido por uma mulher, que não foi identificada. A motorista permaneceu no local até a chegada da polícia e foi conduzida a delegacia para prestar esclarecimentos. 

    Mulher com corpo pintado morre atropelada

     

    A mulher estava completamente despida e com o corpo pintado de tinta rosa
    A mulher estava completamente despida e com o corpo pintado de tinta rosa | Foto: Arquivo/Portal Em Tempo

    No dia 14 de maio, completamente despida e com o corpo pintado de tinta na cor rosa, uma mulher não identificada, foi mais uma vítima fatal de atropelamento em Manaus. 

    O caso aconteceu na avenida Cosme Ferreira, no bairro Colônia Antônio Aleixo, na Zona Leste de Manaus. O motorista do carro que atropelou a mulher, relatou que foi surpreendido quando ela se jogou na frente do carro. 

    O acidente aconteceu por volta das 5h da manhã e o motorista, no mesmo instante, desceu do carro para prestar socorro. A mulher estava pintada de rosa. O condutor acionou o Samu e a polícia, mas ela morreu no local.  As autoridades acreditam que a vítima tinha problemas psicológicos. 

    Bandidos em fuga atropelam doméstica 

     

    A empregada doméstica saiu da igreja e foi supreendida com o veículo em alta velocidade
    A empregada doméstica saiu da igreja e foi supreendida com o veículo em alta velocidade | Foto: Arquivo/Portal Em Tempo

    Criminosos em fuga mataram a empregada doméstica Rosineide da Silva Oliveira, de 51 anos. O caso aconteceu no dia 27 de maio, quando a vítima estava voltando para casa após sair da igreja. 

    Os suspeitos roubaram um carro e escaparam da polícia em alta velocidade. Eles atropelaram Rosineide, na rua Rio Itaqueraima, no bairro Novo Aleixo, na zona Norte. Revolta e tristeza marcaram a noite dos moradores da região. Os suspeitos fugiram do bairro Novo Aleixo. 

    Minutos depois, no bairro Coroado, Zona Leste, os criminosos roubaram outro carro, colidiram contra muro de outra casa e foram presos. 

    Suspeitos de homicídio atropelam pedestre

    Durante perseguição policial, no dia 5 de junho, um veículo branco de marca Gol, com três suspeitos de homicídio, colidiu com outro carro e atropelou um pedestre. 

    O acidente aconteceu na Estrada do Aeroporto, quando o veículo dos suspeitos atropelou o home que estava na calçada. Ele morreu no local com ferimentos na cabeça e braços e supostamente realizava caminhadas diariamente pela região, pois estava com roupas esportivas. 

    Detran-AM recomenda

     

    O Detran-AM faz recomendações para motoristas e pedestres de como se comportarem no trânsito para evitar acidentes trágicos
    O Detran-AM faz recomendações para motoristas e pedestres de como se comportarem no trânsito para evitar acidentes trágicos | Foto: Pelegrine Neto/SSP-AM

    O Departamento de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) faz recomendações e ações educativas para conscientizar a população. O objetivo é promover reflexão entre os pedestres e condutores, para comportamentos seguros afim de reduzir acidentes e mortes no trânsito.

    Entre as medidas apontadas estão:

    - Atravessar sempre na faixa de pedestres e aguardar, na calçada, até que todos os veículos parem completamente;

    - Pedir ajuda para outro pedestre caso haja dificuldade de locomoção;

    - Não atravessar se o veículo estiver em velocidade e próximo da faixa de pedestres.

      Para a técnica especialista em trânsito do Departamento de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), Leonice Reis, o cuidado precisa ser redobrado pelo motorista e pedestre, sobretudo nas grandes avenidas e vias de movimentação intensa de veículos.  

    "As pessoas se colocam nessa situação de risco quase sempre. Nós observamos que, nos viadutos, o pedestre fica horas esperando o momento para atravessar, sendo que ele poderia caminhar por uma passarela, usar a faixa e seguir aquela orientação, que é levantar a mão e aguardar o condutor do veículo parar", afirma a técnica do Detran-AM.

    Leia mais: 

    Detran-AM flagra 21 condutores dirigindo sob efeito de álcool

    Respeito à faixa de pedestre reduz número de atropelamentos em 83%

    Detran-AM lança campanhas diminuição de acidentes e mortes