Fonte: OpenWeather

    Maus-tratos


    Vídeo: babá agride criança de dois anos e acaba presa em Manaus

    Pai desconfiou da versão apresentada pela mulher e constatou a agressão por meio de câmera de segurança

     

    Em depoimento, acusada reafirmou versão de que teria sido um acidente
    Em depoimento, acusada reafirmou versão de que teria sido um acidente | Foto: Reprodução


    Manaus – Pais de um garoto de dois anos de idade denunciaram à equipe da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) a agressão cometida contra a criança por uma babá identificada como Ana Gláucia de Oliveira dos Santos. Ela jogou um cabide contra o rosto do garoto e acabou presa.

      O caso aconteceu na noite de terça-feira (29), por volta das 19h07, na casa onde a mulher trabalhava cuidando do menino e do irmão mais velho dele, localizada no bairro Parque 10 de Novembro, na Zona Centro-Sul de Manaus.  


    A delegada Joyce Coelho, titular da Depca, explicou que o pai da criança desconfiou ao chegar em casa e ver o filho com hematomas. Ao verificar as imagens das câmeras de segurança da residência, ele constatou o motivo da lesão que a criança sofreu.

    "

    As equipes, ao tomarem conhecimento da lesão corporal, passaram a procurar pela autora. Hoje, por volta das 13h, conseguimos prender essa mulher no bairro Colônia Terra Nova, na Zona Norte de Manaus. Ela deu uma desculpa qualquer que teria sido um acidente doméstico, mas o patrão não acreditou, providenciou atendimento ao filho e a denunciou "

    ,

     


    A babá reafirmou à polícia a versão de que teria sido um acidente e que ela estava girando o cabide quando acabou atingindo o menino.

    "

    Temos as imagens, que é uma prova do fato que aconteceu e a ação foi deliberada para atingir a criança. A mulher vai responder pelo crime de lesão corporal no âmbito da violência doméstica e o crime tem fiança. Caso ela não pague até amanhã o valor de R$ 3 mil, ela vai para uma unidade prisional "

    Joyce Coelho, delegada titular da Depca

     


    As duas crianças ainda passarão por uma escuta especializada para investigar se já foram vítimas de outras agressões.

     

    Ana Gláucia deve seguir na carceragem da Depca para os procedimentos cabíveis
    Ana Gláucia deve seguir na carceragem da Depca para os procedimentos cabíveis | Foto: Reprodução


    "A vigilância é algo muito importante a ser feito pelos pais, mas ninguém está a salvo de uma situação dessa. O importante foi que o pai denunciou e não acreditou nas desculpas dadas pela mulher. Esse é o maior indício de que é uma família protetora e que o pai identificou na primeira oportunidade e não deixou que esses maus-tratos continuassem ocorrendo", concluiu a titular da Depca.

    Ana Cláudia foi levada para exame de corpo de delito e deve seguir na carceragem da Depca para os procedimentos cabíveis. 

    Veja o momento em que ela agrediu a criança:

    Capa do Vídeo
    | Autor: Divulgação
     

    Veja o momento em que ela deixa a delegacia para o exame de corpo de delito:

    Capa do Vídeo
    | Autor: Bianca Ribeiro
     




    Confira a live sobre o caso:




    Leia Mais:

    Padrasto que matou bebê estava escondido em casa de pastor no Amazonas

    Homem é preso por 'estupro virtual' contra criança de 7 anos em Manaus

    Mãe é indiciada por arrancar unhas de menina de 3 anos; veja