Fonte: OpenWeather

    Homicídio


    Homem é abordado por carro e executado enquanto caminhava no Aleixo

    Emanuel Arcanjo Moura, de 26 anos, ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu. Outra vítima também morreu no Aleixo, após receber um tiro na cabeça em área do Comando Vermelho

     

    No caso do Emanuel, não se sabe a motivação do crime
    No caso do Emanuel, não se sabe a motivação do crime | Foto: Divulgação/DEHS

    MANAUS (AM) - Diante de tantos casos de assassinatos na capital amazonense, mais dois homens foram vítimas da violência na noite de sábado (28) e na madrugada deste domingo (29). Desta vez, os homicídios aconteceram no bairro Aleixo, Zona Oeste de Manaus.

    Um deles, o Emanuel Arcanjo Moura, de 26 anos, foi surpreendido por homens em um carro enquanto caminhava pela rua Euclides da Cunha, no Aleixo na noite de sábado (28). Na abordagem, o homem levou três tiros. 

      De acordo com testemunhas, os homens estavam em um carro branco, de placa não identificada. Emanuel ainda chegou a ser socorrido e levado ao Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, mas não resistiu aos ferimentos.  

    Segundo o relatório do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), a mãe da vítima foi até a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) para fazer o Boletim de Ocorrências (BO). 

    "

    A comunicante informou um homicídio que teve como vítima seu filho, Emanuel Arcanjo Moura. A vítima foi alvejada por três disparos de arma de fogo em via pública. Emanuel chegou a ser socorrido, e levado ao Hospital e Pronto Socorro (HPS) 28 de Agosto, onde veio a óbito "

    informou, relatório

     

    Ainda não se sabe a motivação do crime e se tem relação com o tráfico de drogas. 

    Outra morte no Aleixo 

      Em um beco do “Rip Rap”, área conhecida por ser dominada pela facção criminosa Comando Vermelho (CV), Marcos Sena da Silva morreu com um tiro na cabeça. Segundo as informações, ele estava reunido com o outros homens no local, quando foram surpreendidos por um grupo rival.  

    Um morador do local informou que enquanto o resto do grupo correu, ele conseguiu ser pego pelos rivais e foi assassinado com o tiro na cabeça. 

    “Parece que ele estava reunido com o pessoal, os homens chegaram, os outros correram e ele ficou. Acabaram segurando ele e atiraram na cabeça. Ele era conhecido como ‘macaco’", disse uma testemunha, que preferiu não ser identificada. 

    Os policiais da 1º Companhia Interativa de Polícia foram acionados, assim como o Instituto de Criminalística (IC), que estiveram no local para iniciar as primeiras perícias do crime. O Instituto Médico Legal (IML) removeu o corpo. 

    A DEHS ira investigar os crimes que aconteceram no Aleixo.

    Leia mais:

    Homem é morto com dois tiros na cabeça ao tentar fugir de criminosos

    Brutalidade de assassinatos assusta moradores de Manaus

    Homem é assassinado com 7 tiros no Colônia Santo Antônio