Fonte: OpenWeather

    Notas da Contexto


    Em caso de dúvida, o muro!

    Confira as Notas da Contexto do Jornal Em Tempo

    No popular, o partido preferiu se acomodar em cima do muro. Ou, ainda, acender uma vela pra Deus e outra pro diabo
    No popular, o partido preferiu se acomodar em cima do muro. Ou, ainda, acender uma vela pra Deus e outra pro diabo | Foto: Lion

    O diretório estadual do PSL, partido do presidenciável Jair Bolsonaro, decidiu, na sexta-feira (19), que apoiará as candidaturas de Amazonino Mendes (PDT) e Wilson Lima (PSC) ao Governo do Amazonas.

    No popular, o partido preferiu se acomodar em cima do muro. Ou, ainda, acender uma vela pra Deus e outra pro diabo. Em nota enviada à imprensa, a sigla explica que decisão foi tomada com objetivo de “fortalecer a campanha de Bolsonaro na capital e municípios do interior do Amazonas”. Ou seja, o PSL não quer se indispor com ninguém e ficar bem por cima...do muro!

    Bomba ativada

    O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado estadual David Almeida (PSB), voltou a chamar a atenção para a saúde financeira do Amazonas, alertando para o limite de gastos.

    — Estou preocupado e venho alertando a todos sobre esses riscos que estamos correndo e que vamos correr no ano que vem – disparou.

    Pedalada

    De acordo com o presidente da Aleam, o governo atual cometeu um erro gravíssimo, ao não pagar as cooperativas no ano passado, jogando o saldo remanescente para 2018.

    — Não há espaço fiscal para a regularização destes pagamentos, como também não podemos fechar o ano com um débito de quase R$ 1,5 bilhão de reais.

    Luz amarela

    David disse que o Estado vai ter problemas seríssimos para iniciar o ano que vem, em função dos reajustes salariais que precisarão ser concedidos para os servidores públicos.

    — Não há margem na Lei de Responsabilidade Fiscal, dado o grau de 48,70%, ultrapassando o limite prudencial de 46,55% da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) –, explicou.

    Bronca do Boechat

    O jornalista Ricardo Boechat, âncora da TV Band nacional, criticou a ausência do candidato Wilson Lima (PSC) no debate da última quinta-feira (18), na TV Band Amazonas

    Arapuca

    Nas alegações de Wilson, a Band tem como sócio Chico Garcia, pai da candidata a vice de Amazonino, Rebecca Garcia.

    Lima chegou a acusar que “estaria sendo armada uma arapuca” para constrangê-lo.

    Conversa pra boi dormir

    Mas Boechat não entendeu assim.

    Segundo ele, a alegação de que as regras do debate não estavam claras é “mentirosa”.

    — Ô, Lima, dá licença. Isso é conversa pra boi dormir – disse.

    Tacacá R$ 0,99

    Na próxima quarta-feira (24), aniversário de 349 anos de Manaus, o aplicativo de mobilidade 99 oferecerá tacacá a R$ 0,99, no Parque Ponte dos Bilhares, na avenida Constantino Nery, Chapada.

    A ação faz parte de uma programação especial para o mês de outubro.

    Mordaça

    O juiz do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) Victor Liuzzi condenou o blogueiro Sebastião Carril e a empresa Carril e Rocha Ltda.-ME, a pagar R$ 1,1 milhão por manter no Portal do Zacarias “mentiras para difamar e prejudicar a campanha eleitoral do candidato da coligação Eu voto no Amazonas, Amazonino Mendes (PDT)”.

    R$ 1,1 milhão em multa

    A multa determinada pelo juiz ou “pena de responsabilidade solidária pela conduta ilícita” é de R$ 30 mil por dia, se não acatar a determinação.

    O que soma R$ 1,1 milhão.

    E isso pode?

    Bem a propósito.

    E sobre aquela denúncia de que Amazonino realizou um encontro com professores na casa de shows Copacabana, às vésperas da eleição do primeiro turno, onde, entre outras coisas, foi induzido aos funcionários da Seduc pedissem votos pelo wathsApp, deu em quê mesmo, hein?

    Perguntar não ofende

    E sobre a aprovação de abono de R$ 3 mil para os professores, em pleno período eleitoral, autorizado pelo próprio TRE/AM, não fere a legislação eleitoral?

    Está explicado

    Já está tudo certo. Bolsonaro eleito, a primeira medida será a nomeação do juiz Sérgio Moro para o STF.

    Embate

    O próprio Bolsonaro já admitiu isso.

    Moro será nomeado para a 2ª turma e será inevitável o embate com o ministro Gilmar.

    Direitos humanos

    Em comemoração aos 30 anos da Constituição Federal do Brasil, dia 5/10, a Faculdade Estácio do Amazonas realiza no dia 7 de novembro, às 19h, no auditório da instituição, a palestra “A efetividade dos Direitos Humanos na sociedade brasileira”.

    A palestra será proferida pela promotora de Justiça do Estado do AM, Mestre e Doutora em Direito, Silvana Nobre de Lima Cabral.

    Você gosta das Notas da Contexto? Então leia mais:

    'Vou ganhar a eleição, tem aqui o Chicão', diz governador

    Na reta final, Amazonino atira pedras em todas as direções

    David diz adeus à Assembleia com pacote de bondades