Política


Omar Aziz e Plínio Valério votam para Coaf permanecer com Moro

De 78 senadores presentes na sessão, 29 votaram contra a transferência do Coaf para o Ministério da Economia

Omar Aziz e Plínio Valério | Foto: Divulgação

Manaus - Na noite de terça-feira (28), o Senado Federal do Brasil aprovou a Medida Provisória de estrutura ministerial, retirando o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) da supervisão do ministro da Justiça, Sérgio Moro. Dos senadores que votaram contra a transferência do Coaf estão Omar Aziz (PSD-AM) e Plínio Valério (PSDB-AM).

A Medida Provisória implantada pelo governo Bolsonaro, no início do mandato, reduz os 29 ministérios presentes no governo anterior para apenas 22. Como também a transferência do Coaf do Ministério da Justiça para o Ministério da Economia.

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) chegou a enviar uma carta aos senadores para tentar convencê-los de votarem a favor da proposta.

Dos 78 senadores presentes na sessão, 29 votaram contra a transferência do Coaf da Justiça para a Economia. Os senadores do Amazonas Omar Aziz (PSD-AM) e Plínio Valério (PSDB-AM) foram um dos que votaram a favor do Coaf permanecer estar sob direção de Sérgio Moro.

Questionado se era contra a reforma administrativa, Omar Aziz se pronunciou dizendo que era a favor da reforma. Entretanto, a medida provisória deveria conter uma emenda que determinasse a permanência do Coaf no Ministério da Justiça.

“Eu sou a favor da reforma. O que eu estou fazendo é um apelo para que o presidente, do mesmo jeito que fez uma carta para os senadores, também faça uma carta para Rodrigo Maia que diga que os senadores votaram pela permanência do Coaf com Moro”, declarou o senador.

Estreante no Senado, o tucano Plínio Valério (AM) afirmou que "cartinha" não mudaria o voto dele. 

“Cartinha não muda meu voto. Entre os lobos e as ovelhas, eu fico as ovelhas. Estou sendo justo com as pessoas que foram para as ruas. Votar com o povo é votar Coaf com ministro Moro. O ministro Sergio Moro me convenceu”, afirmou no plenário.

Confira a lista dos senadores que votaram a favor de Sérgio Moro:

·  Rodrigo Cunha (PSDB-AL)

·  Jorge Kajuru (PSB-GO)

·  Fabiano Contarato (REDE-ES)

·  Randolfe Rodrigues (REDE-AP)

·  Omar Aziz (PSD-AM)

·  Angelo Coronel (PSD-BA)

·  Plínio Valério (PSDB-AM)

·  Otto Alencar (PSD-BA)

·  Telmário Mota (PROS-RR)

·  Eduardo Girão (PODE-CE)

·  Reguffe (S/Partido-DF)

·  Flávio Arns (REDE-PR)

·  Dário Berger (MDB-SC)

·  Simone Tebet (MDB-MS)

·  Alvaro Dias (PODE-PR)

·  Styvenson Valentim (PODE-RN)

·  Lasier Martins (PODE-RS)

·  Jorginho Mello (PL-SC)

·  Oriovisto Guimarães (PODE-PR)

·  Marcos do Val (CIDADANIA-ES)

·  Alessandro Vieira (CIDADANIA-SE)

·  Leila Barros (PSB-DF)

·  Rose de Freitas (PODE-ES)

·  Antonio Anastasia (PSDB-MG)

·  Carlos Viana (PSD-MG)

·  Sérgio Petecão (PSD-AC)

·  Maria do Carmo Alves (DEM-SE)

·  Esperidião Amin (PP-SC)

·  Arolde de Oliveira (PSD-RJ)


Leia mais:

Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

Omar Aziz quer que Bolsonaro 'dê nomes aos bois' e explique críticas

Omar Aziz destaca pontos que devem sair da reforma da Previdência