Fonte: OpenWeather

    Notas da Contexto


    Atenção prefeitos! Prazo para entregar emendas termina dia 22

    A data oficial determinada para entregar as emendas impositivas na Assembleia é 22 de outubro, como a coluna Contexto divulgou na quarta-feira, embora o presidente da Aleam Josué Neto possua poder para prolongar por mais dias

    Josué possui poder para prolongar mais dias a entrega das emendas
    Josué possui poder para prolongar mais dias a entrega das emendas | Foto: Divulgação

    Notas da Contexto:

    Em nota encaminhada à coluna, os prefeitos interioranos afirmam não estar desinformados quanto ao prazo de encerramento da entrega das emendas impositivas pelos deputados estaduais à Comissão de Assuntos Econômicos da Assembleia Legislativa. Mas, estão desinformados, sim.

    De acordo com o calendário da Comissão, o prazo final estabelecido para a entrega das emendas é (22) de outubro, mesma data em que os prefeitos se encontrarão com o presidente da Casa Legislativa, deputado Josué Neto (PSD), para discutirem a elaboração de emendas em benefício dos municípios.

    Emendas Impositivas 2

    Ocorre que Josué possui poder para prolongar mais dias a entrega das emendas. Ou seja: ele usará essa prerrogativa para que os municípios sejam ouvidos dia 22 e possam ser contemplados com importantes recursos oriundos de iniciativas dos 24 parlamentares da Aleam.

    Quanto ao calendário, a data oficial determinada para encerrar a entrega é 22 de outubro, como a coluna divulgou ontem.

    Pobreza acabou

    Por falar nos prefeitos interioranos, eles estão rindo de orelha a orelha com a decisão da Câmara Federal de contemplar o Amazonas com mais de R$ 800 milhões oriundos do bolo de R$ 10,9 bilhões do Pré-Sal.

    Conforme o rateio, o Governo do Estado fica com R$ 358,9 milhões e os municípios abocanham R$ 480 milhões. Mas, falta ainda o Senado dar seu aval para que a grana milionária seja liberada.

    Wilson Lima Cidadão

    Atendendo a projeto de lei da deputada Alessandra Campêlo (MDB), a Assembleia Legislativa vai marcar data para a realização de solenidade em que o governador Wilson Lima (PSC) será distinguido com o Título de Cidadão do Amazonas. Filho de José Lins de Lima, já falecido, e de Maria Miranda Lima, Wilson Lima é natural do município de Santarém, Pará. Desde os 30 anos reside no Amazonas.

    Contra a PEC 45

    Com o objetivo de proteger as vantagens comparativas da ZFM na reforma tributária, o deputado José Ricardo (PT) protocolou, na Câmara Federal, uma emenda à PEC 45/2019 que extingue as vantagens concernentes ao modelo.Zé Ricardo defende que a ZFM não seja atingida pelos efeitos do imposto único constante da famigerada PEC.

    Disputa por R$ 737 milhões

    As escaramuças internas no PSL, partido que elevou Jair Bolsonaro ao comando do Planalto, não são motivadas apenas pelo destempero do presidente, mas pelo controle de R$ 737 milhões que a legenda abocanhará até 2022.

    Bolsonaro não gosta do presidente nacional da sigla, Luciano Bivar, e quer substituí-lo por alguém de sua confiança. Entretanto, Bivar é forte e não refresca na guerra interna. É ele quem tem a chave do cofre do partido que saiu do nada, superou PT e PSDB e que engordará mais ainda se o Fundo Eleitoral for reajustado no Congresso Nacional.

    Onda maluca

    Nas eleições de 2018, o PSL aproveitou a onda nacional bolsonarista e saiu das urnas com uma bancada de 52 deputados e quatro senadores. Foi muito para quem tinha apenas um representante na Câmara dos Deputados.

    Inábil, Bolsonaro, que já passou pelo PDC, PTB e PP de Paulo Maluf antes de desaguar no PSL, exige o controle do milionário cofre da sigla, mas não sabe como se divorciar de Bivar.

    Passarela da Aleam

    Em mensagens ao Whatsapp da coluna, servidores da Assembleia Legislativa apelam à Mesa Diretora da Casa pela inauguração da passarela que ligará o edifício José Lins de Albuquerque ao Edifício Garagem.

    A inauguração da passarela, avaliada em pouco mais de R$ 3 milhões, deveria ter ocorrido no início deste ano. Mas o inverno passou, o verão chegou e nada aconteceu. “Estamos expostos ao sol e à chuva, precisamos da passarela”, protestou um servidor em mensagem.

    Nadando em grana

    De acordo com os números do Portal da Transparência, deputados e servidores da Aleam não têm o que reclamar da vida, pois os cofres da Casa devem estar abarrotados.

    Em 2018, a reforma do plenário Ruy Araujo custou R$ 6 milhões. Agora, a passarela, de mais de R$ 3 milhões, devidamente climatizada, deverá ser inaugurada até dezembro deste ano. Para rechear o natal dos servidores, alguns membros da Mesa Diretora já falam que a Casa não terá problemas para pagar os três Ticket Alimentação tradicionais de fim de ano aos funcionários efetivos e comissionados.

    Limpeza de pauta

    Segundo o deputado-presidente Josué Neto (PSD), a ordem do Dia da limpeza de pauta de fim de ano da Aleam prevê a votação de 80 matérias em plenário nos dias 15 e 17 da próxima semana.

    O objetivo é dar celeridade à votação de um imenso número de proposituras pendentes.

    “AFEAM era só especulações”

    Indignada com os virulentos ataques da oposição ao remanejamento de R$ 300 milhões da Afeam para garantir 100% do 13º salário dos servidores públicos estaduais, a deputada Alessandra Campêlo soltou o verbo da tribuna da Assembleia Legislativa.

    “No passado, a Afeam serviu para esquemas de especulações, tinha lucros que ninguém sabe onde foram parar, muito dinheiro foi desviado ilegalmente”, disparou ela.

    O remanejamento foi aprovado por 18 votos a 1.

    “Não serão queimados”

    “Vocês não serão queimados, podem ter certeza”, discursou o presidente Jair Bolsonaro em evento ocorrido ontem em São Paulo, quando convidou investidores internacionais a apostarem suas fichas na região amazônica.

    O discurso foi mais uma etapa do plano bolsonarista de abrir completamente as riquezas naturais da região à iniciativa privada. “Queremos explorar nossa Amazônia de maneira sustentável, para o que ela tenha de bom sirva para nós é para toda a humanidade”, disse o presidente.