Fonte: OpenWeather

    Eleição 2020


    Amazonenses são diplomados como novos políticos em São Paulo

    Formandos pelo projeto RenovaBR são potenciais candidatos ao pleito municipal de 2020, em Manaus

    Novos políticos como Fabrício Mendes, Gustavo Picanço, Artur Fonseca e Felipe Balieiro irão concorrer ao pleito, em 2020
    Novos políticos como Fabrício Mendes, Gustavo Picanço, Artur Fonseca e Felipe Balieiro irão concorrer ao pleito, em 2020 | Foto: Divulgação

    Dezesseis talentos amazonenses, escolhidos dentre uma seleção com 31 mil inscritos de todo o Brasil, receberam, neste sábado (7), o diploma de novos políticos, na formatura do curso do RenovaBR. O projeto que tem a intenção de formar gestores qualificados para os próximos pleitos, durou cerca de quatro meses com conteúdos online e ações práticas. Agora, o programa irá se dedicar a planejar as estratégias para inscrições para o próximo ano.

    Entre os amazonenses que receberam o novo título, está o empresário Gustavo Picanço, que alcançou nota máxima na avaliação final do RenovaBR e admite que se dedicará para o próximo pleito. “É visível a evolução, que tivemos desde as primeiras semanas de curso. Entrei com a intenção de aprimorar meu conhecimentos políticos e me formo com a certeza de que o conteúdo teórico e prático superaram minhas expectativas. Não basta apenas querer fazer política. É necessário ter e saber aplicar conhecimento intelectual, técnico e prático em políticas públicas, que sejam capazes de beneficiar o maior número de pessoas”, afirmou. 

    No entendimento de Gustavo, a formação política dele se divide em antes e depois do curso do RenovaBR. “Entender os pormenores, a legislação eleitoral e observar que a vontade política atual é rasa se comparada ao número de mudanças que podem ser feitas, me dá ainda mais garra para mostrar que Manaus, Amazonas e o Brasil podem ser renovados, a partir da dedicação de pessoas comuns, que conhecem os anseios da população”, acrescentou.

    O formando Felipe Balieiro informa que o evento marca o fim de um período de muito aprendizado. “O curso teve um dos seus focos em  políticas publicas municipais e como abordar os principais problemas relativos às cidades, como: saúde basica, educação, planejamento e mobilidade urbana. Além disso, ensinou muito sobre organização de campanha eleitoral, desde a legislação até como obter engajamento de eleitores em midias sociais e no corpo a corpo. Muito gratificante ter sido um dos 20 amazonenses formandos do RenovaBR Cidades, tendo a convicção de ter obtido um selo de qualidade para uma candidatura em 2020”, disse.

    Novos políticos amazonenses, passaram por uma seleção com mais de 30 mil inscritos de todo o Brasil.
    Novos políticos amazonenses, passaram por uma seleção com mais de 30 mil inscritos de todo o Brasil. | Foto: Divulgação

    Conforme o site, além deles, a segunda turma formada pelo RenovaBR contou com os alunos Leandro Braga Silva, Artur de Souza Fonseca, Júlio Cézar Castro Lins, Danilo de Santana Chuí, Liege Albuquerque, André Felipe Morais Matos, Junior Cesar Brasil, Michelle Guimaraes, Luís Felipe de Vasconcelos Balieiro, Fabrício Souza Mendes, Liliane Araujo de Almeida, Rodrigo Souza, Sérgio Cardoso Emiliano, Wanessa Simões Pacheco, Ingrid Alves de Mendonça Oliveira, Juliana Campos Afonso, Rogério de Aguiar da Costa e Rosidalva Pinto de Aquino.

    Formação

    O diretor de formação do RenovaBR, Erick Jaques, comemora esta segunda turma de novos políticos e argumenta que é uma das maiores satisfações é observar entre os alunos, a capacidade sobre desenvolver a clareza e racionalidade para discussões acerca das política publicas. “Desde o momento que a gente seguiu essa linha baseada em evidências, a gente viu que isso trouxe racionalidade aos discursos e que esses futuros líderes políticos ao tomarem decisões e desenhar projetos vão pensar muito menos em ideologia é muito mais em solução”, explicou. 

    Para ele, outro motivo de festejar é o baixo índice de evasão, que chegou a menos de 15% , considerado um fator inédito, no Brasil. Isso porque, o conteúdo programático é desenvolvido de forma online, seguindo os padrões EAD (Educação a Distância). 

    O especialista em formação de novos políticos, esclarece que os programas do RenovaBr estão estimulando as pessoas a observar melhor a política. Uma pessoa, por exemplo, que nunca pensou em estar próximo da política e dentro poder público, ingressa nos cursos e às vezes, nem chega a ser um candidato. “Mas vai ser um cidadão, que vai estar na rua, olhando e cobrando e trabalhando por uma administração pública melhor e mais qualificada”, acrescentou. Na prática, não há um compromisso de que eles se tornem candidatos, mas a formação lhes garantem destaque, que não possuem conhecimento sobre política. “No primeiro programa, mais de 15% não foram candidatos. A gente espera que estas pessoas tenham tido uma experiência positiva e possam levar isso para o resto da vida delas”, acrescentou.

    “Mais de mil alunos presentes, que estão finalizando com louvor esse curso e que vão acreditar, no poder e na capacidade de  renovar a política brasileira. Depois de assistir um curso de 96 horas, de 16 semanas, de terem se empenhado para fazer os exercícios, de terem participado de ações para renovar o Brasil, em mais de 400 cidades. É uma grande satisfação para o Renova fechar esse programa com esse sucesso e com certeza de que o nosso objetivo está sendo cumprido, o de formar novos líderes políticos, sendo candidatou não, são nomes qualificados que estão à disposição da sociedade”, concluiu.

    *Com informações da assessoria