Fonte: OpenWeather

    Notas de Contexto


    Joana Darc pode ter deflagrado processo eleitoral na ALEAM

    Joana propôs a elaboração de um novo Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) para os servidores da Casa

    Líder da Aleam, deputada Joana Darc | Foto: Divulgação

    Manaus- Líder do Governo do Estado na Assembleia Legislativa (ALeam), a deputada Joana Darc (PL) pode ter deflagrado, na segunda-feira (17), a corrida eleitoral para a sucessão do deputado Josué Neto (sem partido) na Mesa Diretora. Da tribuna, ela propôs a elaboração de um novo Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) para os servidores da Casa.

    Segundo a parlamentar, da mesma forma como a Mesa vai criar uma nova Diretoria de Relações Institucionais com salários até R$ 12 mil, também pode contemplar os servidores com um novo PCCS, inclusive em função do pagamento da data base previsto para março. Vários parlamentares interpretaram o discurso de Joana como um sinal de que o processo sucessório para o comando da Casa já está aberto.

    O mandato de Josué encerra em dezembro deste ano, mas, de acordo com um grupo de deputados, a disputa pode ter começado mais cedo e deve se acirrar a partir de abril quando estará em jogo uma vaga pertencente a Aleam no quadro de conselheiros do TCE-AM com a aposentadoria de Josué Cláudio de Souza.

    Incorporação de vantagens

    Além do novo PCCS, Joana Darc também pediu que a Mesa Diretora coloque logo em votação um projeto de lei que determina a incorporação de vantagens (funções e gratificações) no processo de aposentadorias dos servidores.

    Os servidores alegam não entender por que a votação do projeto vem sendo protelada pela Mesa. “Se for à votação, será aprovado por unanimidade”, disse um servidor à coluna.

    Envenenamento denunciado

    A deputada Joana Darc denunciou à Delegacia Especializada contra crimes do meio ambiente (Dema) um suposto envenenamento de um animal no bairro Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus.

    A denúncia da parlamentar foi feita a partir de um vídeo nas redes sociais onde uma cadela aparece comendo algo na rua e morre minutos depois.

    Títulos graciosos

    A revogação da cidadania amazonense concedida ao ex-presidente Lula, solicitada pelo deputado Péricles Nascimento (PSL), rendeu muitos comentários na Aleam. Péricles preside a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Aleam.

    A CCJR é quem dá admissibilidade jurídica aos projetos que chegam ao Parlamento Estadual. No caso dos projetos propondo a cidadania do Estado, primeiramente eles são recepcionados por uma Comissão Especial antes de segurem à CCJR.

    Péricles parece ter despertado para a incongruência de muitos projetos de lei pedindo Títulos de Cidadão do Amazonas para quem nunca mereceu a distinção, mas que acabam homenageados de conformidade com a conveniência por parte de quem propôs os títulos absurdos.

    “Revogaço” vem aí

    À imprensa Péricles Nascimento disse que levantamento realizado por ele e sua equipe de assessores no âmbito da CCJR detectou uma infinidade de proposituras solicitando a concessão de Títulos de Cidadão do Estado a pessoas que jamais mereceram o reconhecimento.

    Para acabar com a farra, que perdura há mais de uma década, o deputado bolsonarista prometeu fazer um “revogaço” de leis graciosas no âmbito da comissão técnica que preside.

    A propósito, o apresentador de TV, Luciano Huck, e o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, vêm protelando o recebimento da cidadania estadual apesar das proposituras já terem sido aprovadas pelo plenário da Aleam.

    Apelo contra o desemprego

    Em evento ocorrido na sexta-feira (14), na sede da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Amazonas (FCDL-AM), o empresário Ralph Assayag apelou ao governador Wilson Lima pedindo-lhe que vete uma série de leis aprovadas pela Aleam e que se transformam em verdadeiras “espinhas de garganta” para a indústria e o comércio em Manaus.

    Ontem, da tribuna da Aleam, o deputado Adjuto Afonso (PDT) abordou a questão, lembrando já ter sugerido à Mesa Diretora da Casa a formação de uma comissão para analisar leis aprovadas pelo Parlamento Estadual que hoje travam, por excesso de burocracia, as atividades da indústria e do comércio, prejudicando a geração de empregos na capital.

    “Essas leis sem sentido causam constrangimentos a todos nós”, afirmou Adjuto.

    14 mil trotes

    No Estado do Rio Grande do Norte, a Secretaria de Segurança Pública bloqueou mais de 14 mil ligações de pessoas que abusaram de trotes em contato com o número 190, do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).

    O deputado João Luiz (Republicanos) focou a questão na Aleam, alertando para que o absurdo não se repita no Amazonas. “Os trotes são altamente nocivos, principalmente, aos órgãos que prestam importantes serviços à saúde e à segurança pública”, frisou.

    Canal Livre

    Segundo o Globo Analytcs, o programa Canal Livre, apresentado por Willace Souza, obteve 603.270 visualizações em apenas três meses interagindo nas redes sociais (Facebook).

    “Para nós, isso é motivo de orgulho e satisfação, pois mostra a força que o programa sempre teve, na defesa da segurança e da paz pública, que a população certamente não esqueceu”, declarou à coluna o ex-deputado estadual Fausto Souza à coluna.

    Sucessão no TCE-AM

    A partir de 15 de abril deste ano, ficará vago no Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) o cargo de conselheiro atualmente ocupado pelo ex-deputado Josué Cláudio de Souza filho (Josué Pai).

    A vaga pertence à Assembleia Legislativa.

    Wilson no Careiro

    O anúncio do governador Wilson Lima sobre a revitalização de todas as escolas da rede pública estadual no município de Careiro Castanho foi destacado, ontem, na Aleam pelos deputados Dr Gomes (PSC) e Joana Darc (PL).

    Segundo os parlamentares, há anos a população local aguardava a obra que finalmente acontecerá agora.

    A obra está avaliada em R$ 1 milhão e beneficiará pouco mais de 3 mil estudantes.

    Redução do ICMS

    Acontecerá amanhã, na Assembleia Legislativa, audiência pública para debater a revisão do preço dos combustíveis no Amazonas por meio da redução do ICMS.

    Proposta pelo deputado Josué Neto (sem partido), o evento terá as presenças de caminhoneiros, motoristas de aplicativo e de várias outras entidades engajadas no movimento que combate a alta da gasolina, do álcool e do diesel no Estado.