Fonte: OpenWeather

    Coronavírus


    Audiência pública debate situação de calamidade na saúde no Amazonas

    Os parlamentares vão ouvir secretários, representantes de médicos e de enfermeiros e Conselhos de Saúde sobre a situação enfrentada pelo Amazonas no combate ao coronavírus

    Já são 193 mortos no estado em decorrência da pandemia no Amazonas | Foto: divulgação

    A comissão externa da Câmara dos Deputados, criada para acompanhar as ações de combate ao coronavírus, tem dois debates agendados para esta tarde. Primeiro, será debatida a situação do Amazonas e, em seguida, as regras do auxílio emergencial e do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

    Os parlamentares vão ouvir secretários, representantes de médicos e de enfermeiros e Conselhos de Saúde sobre a situação enfrentada pelo Amazonas no combate ao coronavírus.  O número de casos confirmados de Covid-19 no estado já passa de 2 mil.

    A Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam) informou a ocupação de mais de 90% dos leitos de UTI dedicados a pacientes com o vírus. Já são 193 mortos no estado em decorrência da pandemia.

    Foram convidados para a audiência representantes dos conselhos nacionais de Secretários de Saúde e de Secretarias Municipais de Saúde; dos conselhos regionais de Enfermagem e de Medicina do Amazonas; da secretaria de saúde do Amazonas e de Manaus; além da Associação Médica do Amazonas. A reunião ocorre no plenário 3, a partir das 13h, por teleconferência.

    Em seguida, a partir das 15 horas, também por videoconferência, no plenário 3, o colegiado vai debater regras do auxílio emergencial e do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

    Entre os convidados estão o pesquisador Marcelo Neri, do FGV Social, que atua em estudos sobre pobreza e desigualdade no Brasil; a presidente do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas), Andreia Carla Santana Everton Lauande; e representantes do Ministério da Economia, do Ministério da Cidadania e da Caixa Econômica Federal.