Fonte: OpenWeather

    Deputados do AM


    Deputada Alessandra propõe retorno das Sessões presenciais na Aleam

    Regimentalmente, as Sessões Plenárias acontecem três vezes por semana: todas as terças, quartas e quintas-feiras. Por causa da pandemia do novo coronavírus, causador da Covid-19, as Sessões estão acontecendo no formato online

    Deputada Estadual Alessandra Campelo quer sessões presenciais
    Deputada Estadual Alessandra Campelo quer sessões presenciais | Foto: Divulgação

    MANAUS (AM)- Um requerimento apresentado nesta terça-feira (5), propõe a volta das Sessões Plenárias presenciais na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). A proposta é da deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB), vice-presidente da Casa.

    Regimentalmente, as Sessões Plenárias acontecem três vezes por semana: todas as terças, quartas e quintas-feiras. Por causa da pandemia do novo coronavírus, causador da Covid-19, as Sessões estão acontecendo no formato online ou virtual desde o dia 24 de março.

    “Quero dizer que os médicos estão nas áreas de risco, quero dizer que os policiais militares, civis, bombeiros e funcionários da Seap também estão nas áreas de risco”, justificou Alessandra, acrescentando que técnicos da Assembleia estão trabalhando no apoio aos parlamentares durante as Sessões virtuais.

    O requerimento, segundo a deputada, tem objetivo de dar mais transparência aos trabalhos da Casa. Na avaliação de Alessandra, a atuação dos parlamentares durante as sessões online tem sido prejudicada em razão de problemas na tramitação de projetos e proposituras no Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL). 

    Distanciamento 

    Embora tenha proposto a volta das sessões presenciais, Alessandra sugeriu que todas as medidas de distanciamento social sejam obedecidas. Cada deputado ou deputada teria o máximo de cinco assessores no prédio.  O trabalho da imprensa, por exemplo, poderia ser feito da galeria, com entrevistas no Hall. Já a captação das imagens pelos cinegrafistas e fotógrafos seria feita de forma organizada e controlada, com o mínimo de profissionais no Plenário.

    Alessandra também propõe que os servidores que fazem parte do grupo de risco continuem cumprindo o isolamento social. O requerimento também faculta o acesso remoto às reuniões aos deputados que preferirem participar das Sessões em casa.