Fonte: OpenWeather

    Decisão Final


    PT nacional define José Ricardo com pré-candidato do partido em Manaus

    José Ricardo que perdeu nas prévias, em Manaus, não se contentou com a derrota e recorreu a executiva nacional

    Após recorrer à Nacional do PT, Zé Ricardo vira o jogo contra Sinésio Campos | Foto: Reprodução

    Manaus – Na disputa contra o deputado estadual Sinésio Campos, por 64 votos favoráveis e 16 contrários, o Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) decidiu, nesta segunda-feira (15), que o deputado federal José Ricardo é o pré-candidato oficial da legenda, para disputar a Prefeitura Manaus, nas eleições municipais deste ano.

    Agora, o pré-candidato, diz que a palavra de ordem é diálogo com setores de dentro e fora do partido, para unirem forças, estratégias e alinhar programas para o desenvolvimento de Manaus, mas, principalmente, para área da saúde, que vem piorando nos últimos anos.

    Depois de vencer com intervenção da nacional, José Ricardo agora fala em união de forças
    Depois de vencer com intervenção da nacional, José Ricardo agora fala em união de forças | Foto: divulgação

    “Vou continuar lutando como sempre estive pela cidade Manaus, que vem sendo muito maltratada por muitos governos. Por isso, é importante um plano de governo forte e construído juntamente com a sociedade e setores que querem ver uma cidade melhor”, destacou ele.

    Fontes internas que participaram da reunião, afirmam que parte das lideranças nacionais vão pedir a Sinésio Campos para apoiar José Ricardo, afim de “tentar unir a esquerda em Manaus”. Afirmaram ainda que o deputado federal possibilitaria alianças com partidos esquerda.

    Decisão "esdrúxula"

    Sinésio Campos lamentou o resultado do encontro nacional e alega que o Diretório Municipal do partido, já havia validado a pré-candidatura dele. "Como presidente Estadual do partido, durante a reunião de hoje, que durou várias horas, busquei o diálogo e defendi que a democracia interna deveria ser respeitada. No entanto, o diretório nacional fez uma intervenção, por conta do recurso do outro candidato (em referência à José Ricardo) e decidiu homologar esta candidatura, que ao meu ver não é legitima", disparou.

    Sinésio disse que a decisão da nacional confirma que o partido está rachado
    Sinésio disse que a decisão da nacional confirma que o partido está rachado | Foto: Reprodução

    "Em 24 anos de PT, nunca vi uma decisão tão esdrúxula como esta. Agora está mais claro que o partido de fato está rachado, não houve respeito à democracia interna. Lamento a condução que foi dada à este processo e mais do que nunca, quem perde é a democracia em Manaus. Tentamos convencer a Nacional a pelo menos aprofundar o debate, para que uma decisão fosse tomara posteriormente, mas não a maioria decidiu que a decisão teria que ser hoje", desabafa Campos.   

    Disputas internas

    O deputado federal teria sido citado como preferido pelo ex-presidente da República Lula da Silva, durante uma reunião do início do ano, como favorito para à candidatura. “Meu prefeito”, afirmou Lula à ocasião. Baseado nisso, o parlamentar federal basearia sua contestação.

    José Ricardo argumentou ainda, que a Direção Nacional do PT já tinha definido, meses atrás, que as candidaturas nas capitais e em cidades com mais de cem mil eleitores, obrigatoriamente, deveriam ser decididas pela nacional, sendo avaliadas e confirmadas, de acordo com as estratégias do partido.

    Nas prévias do diretório municipal, Sinésio Campos venceu José Ricardo
    Nas prévias do diretório municipal, Sinésio Campos venceu José Ricardo | Foto: Divulgação

    Nas prévias municipais, Sinésio Campos havia vencido José Ricardo. A escolha deveria ter sido feita em março deste ano, mas foi transferida por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Além dos dois, também disputou à vaga para prefeitura,  o vereador Sassá da Construção.

    No primeiro turno da prévia, José Ricardo até venceu Sinésio por 21 votos a 20. Mas, como nenhum dos três alcançou o mínimo de 24 votos necessários como reza o regimento da sigla, o diretório petista partiu para o segundo turno.

    Com apoio de Sassá no segundo turno, Sinésio alcançou 25 votos dos delegados com direto ao voto. Diante da saída de muitos apoiadores da reunião virtual, José Ricardo terminou essa eleição interna com apenas oito votos. O deputado federal chegou a defender que o segundo turno não fosse realizado no mesmo dia, mas o seu pedido não foi aprovado.