Corrida eleitoral


David Almeida cresce em pesquisa e indica possível reviravolta

Após o primeiro debate, Almeida está cada vez mais próximo do primeiro colocado, com a diferença de apenas 6,5%, o que indica resultados favoráveis ao candidato

 

Almeida saltou de 18,5% para 22,6% na preferência do eleitorado
Almeida saltou de 18,5% para 22,6% na preferência do eleitorado | Foto: Divulgação

Manaus - A pouco mais de uma semana do início da campanha eleitoral, o ex-governador e presidente do partido Avante, David Almeida (Avante) tem se consolidado como um dos mais fortes na disputa pela sucessão do prefeito, Arthur Virgílio Neto (PSDB). O estudo feito pelo Instituto Eficaz Pesquisa e Tecnologia, divulgado nesta segunda-feira (5), apontou um crescimento de 4,1% nas intenções de voto do candidato, que saltou de 18,5% para 22,6% na preferência do eleitorado. Almeida se mantém em segundo lugar nas pesquisas, ultrapassando os candidatos José Ricardo (PT), em terceiro lugar com 6%, e Alberto Neto (Republicanos), que ocupa a quarta posição com 5%. 

A diferença entre David e o primeiro colocado, que aparece com 29,1% na preferência dos eleitores, diminuiu para 6,5% na pesquisa, que tem uma margem de erro de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos. Em pesquisas anteriores, a diferença chegou a ser de 15%, quando o ex-governador apresentava 18% de intenção de voto, contra 33% do primeiro colocado no ranking. 

Para o advogado e cientista político, Helso Ribeiro, o resultado pode ser um dos efeitos do primeiro debate das eleições deste ano entre os candidatos, realizado pela TV Band Amazonas, no dia 1º de outubro, onde o candidato, Amazonino Mendes (Podemos) esteve ausente. Além disso, existe a possibilidade de uma parcela do eleitorado ser influenciada por pesquisas eleitorais, que são momentâneas, diluírem seus votos entre os candidatos com maior percentual.

"Faltam 40 dias para as eleições, então alguns momentos ainda irão acontecer. O candidato e ex-governador Amazonino Mendes vem, desde o começo, com uma forte rejeição. [...] Em todas as pesquisas sérias que vi, o número de pessoas indecisas era majoritário. Até entendo que esses indecisos não vão apenas para um candidato, eles acabam se diluindo dentre os candidatos que já tem um percentual também, mas nada impede que esses indecisos tenham migrado mais e fortalecido a candidatura de David Almeida e Marcos Rotta, em detrimento à candidatura Amazonino Mendes e Wilker", afirma.

Além disso, o especialista afirma que a escolha para vice-prefeito pode ser um fator relevante na disputa e a composição pode agregar positivamente às campanhas, traduzindo uma resposta positiva em favor de David e Rotta. 

Baixa rejeição pode ser um ponto forte

Enquanto a diferença nas intenções de voto entre os primeiros candidatos diminui, os índices de rejeição eleitoral aumentam, de acordo com a pesquisa realizada pela Eficaz, entre os dias 30 de setembro e 2 de outubro, que  Amazonino lidera o ranking de rejeição, com 23,4%, seguido de Alfredo Nascimento (PL), com 22%, enquanto o candidato David Almeida apresenta um dos menores índices de rejeição com 5,9%, o que levanta cada vez mais a possibilidade de uma reviravolta nos resultados desta eleição. 

"Nosso crescimento nas pesquisas são frutos de nosso trabalho diário nas ruas de Manaus. Acredito que o eleitor vai escolher o candidato mais preparado. Com experiência e capacidade comprovada. Alguém que possa ajudar a melhorar os serviços públicos ofertados à população. Creio que Rotta e eu, temos as soluções para os problemas de Manaus", afirma David.

Em um possível cenário de segundo turno, David também apresenta empate técnico com Amazonino. Os números indicam que Almeida se mantém na posição de ser o único candidato capaz de vencer Mendes na disputa, na pesquisa que mostra um percentual de 48,3% das intenções de votos válidos contra 51,7%. Outros nomes da corrida eleitoral deste ano não mostram margem crescente em nenhum dos turnos. 

A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), no dia 26 de setembro, sob o número AM-01624/2020, e tem um intervalo de confiança de 95%. Foram entrevistados 1.006 eleitores, nas seis zonas geográficas de Manaus.

Leia mais:

David Almeida é o único candidato que pode derrotar Amazonino

David Almeida destaca trajetória 'ficha limpa' na vida pública