Pesquisas eleitorais


Ricardo Nicolau cresce e empata em segundo lugar, aponta Ibope

Diferença do terceiro para o segundo colocado é de dois pontos, sendo a margem de erro de 4%, o que configura empate técnico

Pela margem de erro, o candidato apresentou empate técnico com o segundo colocado
Pela margem de erro, o candidato apresentou empate técnico com o segundo colocado | Foto: Grazielle Fernandes

Manaus - A pesquisa eleitoral divulgada pelo instituto Ibope, apontou um crescimento do candidato Ricardo Nicolau (PSD) na disputa pela Prefeitura de Manaus. O levantamento, que ouviu 504 eleitores, foi divulgado nesta quarta-feira (14) também colocou o candidato empatado, tecnicamente, com o segundo colocado, o ex-governador David Almeida (Avante). 

Segundo o Ibope, o candidato conquistou 11% das intenções de votos após o inicio do horário eleitoral na TV e no rádio. 

“Essa subida é das pessoas que estão cansadas e não querem mais voltar ao passado. Está na hora de Manaus olhar para frente. Temos muito trabalho até o dia 15 de novembro e muitos projetos para apresentar. Cada vez mais pessoas estão conhecendo as nossas propostas e entrando nesta onda pelo 55”, comentou Ricardo Nicolau.

O líder da pesquisa é o ex-governador quatro vezes e ex-prefeito Amazonino Mendes, que também é um dos que tem a maior rejeição: 42% declararam não votar em Amazonino de jeito nenhum, o que deve ser determinante no segundo turno. Ricardo Nicolau, por exemplo, tem uma das menores rejeições.

Foram ouvidos 504 eleitores entre os dias 12 e 14 de outubro e encomendada pela Rede Amazônica, a pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral sob o número AM-09557/2020. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.

*Com informações da assessoria

Leia mais

Nicolau promete Passe Livre Estudantil para alunos em Manaus

Ricardo Nicolau discutiu soluções para melhorar saúde da zona rural

Ricardo Nicolau apresenta projeto de hospital municipal em Manaus