Planos para gestão


Alfredo Nascimento fala de propostas para a economia no pós-pandemia

O candidato propõe a abertura de concurso público para a Prefeitura e a contratação de equipes médicas para o programa Médico da Família

A chapa propõe a criação de um programa de urbanização e construção de casas populares
A chapa propõe a criação de um programa de urbanização e construção de casas populares | Foto: Divulgação

Manaus - Criar condições para garantir empregos e fomentar a geração de renda para a população são algumas das principais propostas do candidato à Prefeitura de Manaus Alfredo Nascimento (PL). Além disso, o candidato propõe a abertura de concurso para setores da Prefeitura. A chapa, apoiada pelo prefeito Arthur Neto, tem a ex-deputada federal Conceição Sampaio (PSDB) como candidata a vice-prefeita.

“Nosso plano de governo traz medidas simples, mas de resolutividade imediata porque é disso que iremos precisar a partir de 1° de janeiro de 2021. No país, e em Manaus não será diferente, os efeitos da pandemia do novo coronavírus afetarão negativamente o setor produtivo. Não podemos permitir que nossa gente perca seus empregos ou não tenha como garantir o sustento de suas famílias”, destacou Alfredo.

A abertura de concursos para setores da própria prefeitura é uma das propostas do candidato que vai não só representar novos postos de trabalho, mas servir para solucionar problemas que Alfredo identifica como prioritários.

“Vamos abrir concurso para 1.200 guardas municipais, para que possamos reestruturar a nossa guarda que passará a atuar na segurança das pessoas nos ônibus, nas escolas, nas unidades de saúde, para coibir assaltos que frequentemente ocorrem nesses locais”, apontou.

Além disso, para a retomada do programa Médico da Família, por meio do qual as “casinhas de saúde” servirão de apoio para as unidades já existentes, Alfredo vai contratar 90 novas equipes de saúde da família. Cada equipe é composta por médico, agentes comunitários de saúde, enfermeiro e auxiliar de enfermagem.

Alfredo anunciou, ainda, que trará de volta o “Banco Social”, programa destinado a microempresários que precisem reabrir seus negócios, prejudicados pela pandemia, ou que queiram investir na ampliação de suas atividades, abrindo oportunidades de contratação de mão de obra. Serão empréstimos de, no máximo, R$ 5 mil para pagamento em condições especiais, com juros baixos.

Mas não só a criação de empregos tem a atenção no plano de governo do candidato. A manutenção de postos de trabalho será palavra de ordem na gestão de Alfredo. Para isso, ele pretende oferecer aos empresários descontos nas taxas de Alvará de Funcionamento e do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), reduzindo despesas como forma de incentivo à não demissão de pessoal. “Uma contrapartida simples, mas de grande alcance social”, afirma. 

Para os jovens, que enfrentam dificuldades quando decidem entrar no mercado de trabalho, mas esbarram na falta de experiência, Alfredo criará o programa “Primeiro Passo”, com pagamento de bolsa mensal, pela prefeitura, aos jovens, para que eles adquiram a prática que é exigida no momento da contratação. “Só essas bolsas vão render mais de R$ 2,5 milhões por mês para a economia da cidade, porque a meta é beneficiar pelo menos cinco mil jovens, já no primeiro ano de governo”, explica Alfredo.

Alfredo e Conceição vão criar um programa de urbanização e construção de casas populares, que vai aproveitar a mão de obra dos moradores dos bairros onde forem realizadas as obras.

*Com informações da assessoria

Leia Mais:

Alfredo Nascimento leva caminhada #colano22 até a Alvorada

Conceição Sampaio reafirma compromisso em ações para Saúde da Mulher

Alfredo Nascimento ouve demanda de moradores em bairros de Manaus