Proposta


Amil propõe criar Teatro Municipal com homenagem à Selma Bustamante

O objetivo é fomentar a cultura local e dar condições de trabalho para os artistas amazonenses

O teatro Municipal Selma Bustamante será construído na região do Porto de Manaus
O teatro Municipal Selma Bustamante será construído na região do Porto de Manaus | Foto: Louise Marina

Manaus - O incentivo à cultura em Manaus está entre os projetos de governo do candidato Marcelo Amil (PCdoB). A construção, que vai valorizar o movimento cultural, levará o nome da artista Selma Bustamante - uma das grandes referências do teatro no Amazonas, que faleceu em 2019. O objetivo é fomentar a cultura local e dar condições de trabalho para os artistas amazonenses.

“Dar o nome da Selma ao Teatro Municipal de Manaus é uma homenagem a uma professora de teatro que marcou a história da nossa cidade. A cidade de Manaus tem que ser apreciada. Acredito que a cultura transforma o lugar e transforma a vida das pessoas. A minha vida foi modificada a partir do dia que tive contato com as artes. Ao investir em cultura, todos ganham. O artista, o pipoqueiro, o município, a família e etc. A nossa cidade está cheia de jovens talentos e queremos incentivá-los! As atividades que vamos gerar no teatro vão reunir os grupos culturais de diversos segmentos e ainda promover oficinas gratuitas para a população”, falou Marcelo Amil.

Marcelo Amil criticou o atual orçamento do município para lazer, cultura e esporte. Segundo ele, os três segmentos são essenciais para a estrutura social da cidade e é “inadmissível” que a gestão municipal disponha apenas 0,9% do orçamento para investimentos. 

“Nos últimos anos, a classe artística foi completamente esquecida. Esses segmentos são importantes, tanto para o entretenimento, assim como para a geração de renda e incentivo à cultura. Muitos moradores de Manaus nunca foram ao Teatro Amazonas, sendo um sinal da falta de incentivo para a cultura local. O Teatro Selma Bustamante terá espetáculos todos os dias”.

O teatro Municipal Selma Bustamante será construído na região do Porto de Manaus. Marcelo Amil pretende requerer prédios antigos, do período áureo da borracha, localizados na região do Porto de Manaus. 

“Eles serão revitalizados e transformados em uma grande Casa de Cultura. O local vai receber um grande público com direito a eventos diários. Está na hora de acreditar e dar palco para as produções locais. O teatro pode atingir muita gente e aumentar a visão de mundo de quem assiste, ele abre a mente e traz novos pensamentos”, destaca.

O plano de governo “A Esperança ainda mais Viva” também visa a criação de espaços culturais zonais, com atividades desenvolvidas pela classe artística em parceria com as comunidades periféricas. Amil garante que a programação será diversificada: do clássico ao popular.

*Com informações da assessoria