Eleições 2020


Abstenção no AM deve ser próxima de 40%, de acordo com diretor do TRE

Ruy Melo, Diretor Geral do TRE, reforçou a importância que a população representa nas urnas

Número próximo de 40% deve representar a abstenção no estado
Número próximo de 40% deve representar a abstenção no estado | Foto: Brayan Riker

Manaus - O Diretor Geral do Tribunal Regional de Justiça do Amazonas (TRE-AM), Ruy Melo, demonstrou preocupação com a abstenção de voto nas eleições municipais de 2020. A projeção é que o não comparecimento dos eleitores às urnas deve ser próximo de 40%. A informação foi divulgada durante coletiva de imprensa on-line, neste domingo (15). 

Ainda segundo Ruy, a recomendação para não ir às urnas se aplica somente aos infectados pela covid-19 e para os eleitores que testaram positivo para a doença.

“A nossa preocupação é com uma alta abstenção. Nesse momento de pandemia, os percentuais divulgados pela imprensa e também pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acusam uma abstenção próximo de 40% do eleitorado”, destacou o diretor.

O Diretor Geral pediu que os eleitores compareçam às urnas e exerçam a cidadania, e reforçou que as medidas de segurança estão sendo seguidas nos colégios eleitorais, em prevenção à covid-19.

''Fica aqui registrado o pedido da Justiça Eleitoral para que a população compareça às urnas. As medidas de segurança foram seguidas, todas as cautelas estão sendo tomadas, agora queremos que o eleitor faça sua parte e traga a democracia para nosso estado'', reforçou.

''A eleição está correndo dentro da normalidade. Com certeza existem focos de aglomeração, mas o TRE está ciente e estamos orientando algumas seções eleitorais para que os eleitores sigam as medidas de segurança'', finalizou.

Leia mais:

Com dificuldades na cabine, Amazonino Mendes vota na Sefaz

À véspera da eleição, Amazonas registra de 569 novos casos de Covid-19

Eleições 2020: saiba a diferença e os efeitos de votos brancos e nulos