Renovação


Com 25 vereadores novatos, CMM tem mais de 60% de renovação

O cenário, já apontado por cientistas políticos antes do resultado das urnas, configura uma era de novatos no cenário político manauara

Eleitos tomam posse no ano que vem para o exercício de quatro anos na CMM
Eleitos tomam posse no ano que vem para o exercício de quatro anos na CMM | Foto: Divulgação

Manaus - Das 41 cadeiras disponíveis no plenário do Legislativo Municipal, 25 foram ocupadas por novos nomes neste pleito, o que representa 60,9% de renovação. Destes, alguns candidatos que nunca tiveram mandato político já tinham vitória esperada, como Capitão Carpê Andrade (Republicanos), João Carlos (Republicanos) e Amom (Podemos), que conseguiram notável apoio popular durante o período de campanha eleitoral.

A influência do trabalho realizado pelos candidatos antes de entrarem na corrida eleitoral foi um dos pontos fortes para que tivessem preferência do eleitorado e, consequentemente, fossem eleitos. O pastor João Carlos foi o candidato novato eleito com maior número de votos, com 13.830. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Willian Alemão (Cidadania), foi eleito com 3.237 votos, o mais votado de seu partido. Já Francisco Carpegiane Veras de Andrade, o Capitão Carpê Andrade, foi o quarto mais votado do total de vereadores, com 8.538 votos. Ele afirmou que se sente feliz pela eleição e que será voz ativa da população em todas as zonas da cidade.

"Quero agradecer a todos os manauaras que saíram hoje de suas casas para exercer o direito de cidadão, contribuindo com a democracia do nosso país, votando nos candidatos a vereadores e prefeitos de Manaus. Quero dizer que darei o meu melhor na Câmara Municipal de Manaus, representando a população e buscando melhorias para a vida das pessoas, seja na educação, na saúde, na infraestrutura, segurança pública e também no esporte e lazer", destacou Carpê.

Amom Mandel Lins Filho ocupa o sexto lugar entre os mais votados, com 7.537 votos. Ele é um dos candidatos mais novos à concorrer ao cargo de vereador esse ano, com apenas 19 anos. Os partidos com maior quantidade de candidatos eleitos foram o Avante e Partido Social Cristão (PSC), com quatro cada. 

A lista de candidatos novos a ocupar uma cadeira na CMM segue com Dione Carvalho (Patriota), Ivo Neto (Patriota), Lissandro Breval (Avante), Raiff Matos (DC), Elan Alencar (PROS), Rodrigo Guedes (PSC), Caio André (PSC), Allan Campelo (PSC), Kennedy da Anjos de Rua (PMN), Eduardo Alfaia (PMN), Elan Alencar (PROS), Dr. Eduardo Assis (Avante).  

Sub-representação continua

Apesar de um eleitorado 52,9% feminino e um número cada vez maior de mulheres em busca do ingresso na política, a sub-representação no Legislativo Municipal ainda é notável. Hoje, a CMM é composta por apenas três vereadoras: Professora Jacqueline (Podemos), Glória Carrate (PRP) e Mirtes Salles (PR). Destas, apenas Salles não se reelegeu neste pleito. 

Neste ano, além das que buscaram reeleição, 443 candidatas mulheres concorreram no pleito, mas apenas a advogada Yomara Lins (PRTB) e a empresária Thaysa Lippy (PP) foram eleitas, com 4.278 votos e 6.736 votos, respectivamente.

Para o cientista político Carlos Santiago, o destaque recebido por alguns dos candidatos novatos no cenário político chegou, não apenas pelas redes sociais, mas através de seus campos de atuações, seja pela militância ou por participações nos meios sociais.

“São muitos candidatos que se colocam como novos na política, mas não significa que eles não tenham tido oportunidade de exercer um cargo de importância no poder público ou de importância social como professores, delegados, líderes sociais. Pode ser a primeira candidatura, mas têm uma bagagem importante”, afirmou Santiago. 

Leia mais:

PSC tem quatro vereadores eleitos em Manaus

Capitão Carpê é eleito vereador em Manaus

Em Manaus, David e Amazonino se consolidam no segundo turno