Eleições 2020


Amazonino Mendes desiste de participar de debate na TV Band Amazonas

Com o não comparecimento do candidato do Podemos, David Almeida (Avante) terá uma hora para expor propostas aos manauaras

Amazonino Mendes não vai participar do debate que ocorrerá na quinta-feira (19)
Amazonino Mendes não vai participar do debate que ocorrerá na quinta-feira (19) | Foto: Divulgação

Manaus - O candidato à Prefeitura de Manaus, Amazonino Mendes (Podemos), de 81 anos, não irá participar do debate na TV Band Amazonas, que será realizado na noite de quinta-feira (19), às 21h30. A desistência do candidato foi comunicada em nota divulgada no Facebook da emissora. O candidato David Almeida (Avante), adversário de Amazonino, terá mais tempo para expor propostas aos manauaras. 

Na nota, a emissora utilizou o jargão da campanha de Amazonino para noticiar o não comparecimento dele.

"TÁ OFF! O candidato Amazonino Mendes abriu mão de sua participação no primeiro debate referente ao segundo turno, que será sediado amanhã (19), 21h30, pela Band Amazonas. Assim, o candidato David Almeida participará de uma entrevista de uma hora junto ao apresentador Neto Cavalcante. A Band Amazonas reforça o compromisso e a lealdade com o público manauara", declarou a emissora.

O Em Tempo entrou em contato com a assessoria de Amazonino que informou que, em nenhum momento, a "Coligação Juntos Podemos Mais" confirmou a participação do candidato no debate da TV Band. A assessoria ressaltou ainda que somente hoje a coligação se manifestou sobre o convite por meio de nota. 

Leia a nota divulgada pela assessoria do candidato do Podemos:

Com relação ao convite formulado por esse veículo de comunicação para debate nesta quinta-feira (19), a Coligação “Juntos Podemos Mais” informa da impossibilidade de comparecimento. 

O candidato tem compromissos de campanha, sem que possa transferi-los. Amazonino continua à disposição para entrevistas, de acordo com a agenda do candidato. 

Outros debates

Amazonino Mendes não compareceu a nenhum dos debates realizados na TV aberta durante o 1° turno da eleição municipal. 

A assessoria dele emitiu nota alegando que, neste ano, o candidato não poderia comparecer aos encontros devido ao aumento de casos do novo Coronavírus e internações em Manaus, pois a coligação considera que os debates e entrevistas presenciais, em estúdio, no momento, estão fora do contexto de recomendação das autoridades sanitárias e da Justiça Eleitoral. O candidato faz parte do grupo de risco. Entretanto, o candidato, desde a última eleição onde concorreu ao cargo de governador do Amazonas, tem optado por não participar dos embates.

Em 2020, Amazonino adotou participações virtuais ou entrevistas gravadas durante a corrida eleitoral.