Fonte: OpenWeather

    Deputado Serafim Corrêa


    'Expectativa é que teremos vacina para todos em 2 meses', diz Serafim

    Serafim Corrêa comemorou a suspensão da obrigatoriedade da fase 3 de testes para uso emergencial de vacinas pela Anvisa

     

    O parlamentar mencionou a negociação de 30 milhões de doses de vacina com a Rússia e Índia, além da vinda de 46, 9 milhões de doses da aliança global Covax Facility, o que avançará a vacinação pelo país
    O parlamentar mencionou a negociação de 30 milhões de doses de vacina com a Rússia e Índia, além da vinda de 46, 9 milhões de doses da aliança global Covax Facility, o que avançará a vacinação pelo país | Foto: Divulgação

    Manaus - O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) comemorou, nesta quinta-feira, 4, durante sessão híbrida da ALE-AM (Assembleia Legislativa do Amazonas), a suspensão da obrigatoriedade da fase 3 de testes para uso emergencial de vacinas pela Anvisa (Agência Nacional Reguladora). A mudança agilizará a aprovação de imunizantes contra a Covid-19 e facilitará a compra de vacinas.

    “Meses atrás, de um lado a ciência dizia que a saída para vencermos a pandemia é vacinar. O governo brasileiro, no entanto, entendia o contrário, dizia até que quem se vacinasse viraria jacaré. Vivemos uma situação semelhante há 100 anos e a saída foi a vacina. De outro lado, a Anvisa colocou exigências como a terceira fase da vacina ser feita no Brasil. Começou pelo novo presidente da Câmara dos Deputados que entoou o mesmo mantra dos cientistas: vacinar, vacinar, vacinar. Todos concordam que o caminho é vacinar. Mais tarde, a Anvisa se reuniu e decidiu acabar com a exigência que ela colocava anteriormente”, afirmou Serafim.

    Rússia e Índia

    O parlamentar mencionou a negociação de 30 milhões de doses de vacina com a Rússia e Índia, além da vinda de 46, 9 milhões de doses da aliança global Covax Facility, o que avançará a vacinação pelo país.

    “Essas são duas ótimas notícias, porque o caminho é a vacinação. Esse é o caminho que a ciência nos aponta. Nós temos uma estrutura fantástica de vacinação que é o SUS (Sistema Único de Saúde), mas não conseguimos vacinar mais porque não tínhamos vacina. Esse problema será superado em pouco tempo. A expectativa é que teremos vacina para todos em dois meses e aí poderemos vacinar”, defendeu o deputado ao exibir um vídeo em que mostra o ligeiro avanço da vacinação do país, apesar de ter iniciado tardiamente.

    Dados da imunização

    Segundo dados do consórcio de imprensa, até esta terça-feira, 3, 2,7 milhões de brasileiros haviam sido imunizados, o que representa 1,31% da população brasileira. 

    “De outro lado, dizer que o Brasil já é o 8º país do mundo em vacinação. E para nós que moramos em Manaus, a vacinação, que andava meio capenga, disparou. E a informação que tive, é que anteontem e ontem foram vacinadas cerca de 10 mil pessoas. Se nós mantivermos esse ritmo, rapidamente a população estará imunizada. A boa notícia é que o número de morte dos últimos dez dias vem caindo e as medidas adotadas vem surtindo efeito. Com a vacinação iremos superar o problema que a pandemia nos trouxe”, concluiu.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Covid-19: Governo negocia compra de mais 30 milhões de doses de vacina

    Confira 10 motivos para você se preocupar em tomar água

    Governo do AM transfere mais 15 pacientes com Covid-19 para a Paraíba