Fonte: OpenWeather

    Vacinação


    Deputado Marcelo Ramos articula envio de 1 milhão de vacinas para AM

    Ramos defende que prioridade é proteger a saúde e as vidas

     

    O deputado já destinou quase R$ 168 milhões em recursos para combate à Covid-19 no Amazonas
    O deputado já destinou quase R$ 168 milhões em recursos para combate à Covid-19 no Amazonas | Foto: Divulgação

    O deputado federal e vice presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PL) está articulando o envio de um milhão de doses da vacina para combate ao coronavírus para o Amazonas. A medida segundo o parlamentar, busca proteger a população do Estado.  

    "Não há nada mais urgente do que proteger a saúde, a vida e os empregos dos brasileiros. A prioridade ao meu ver é tomar as medidas necessárias para enfrentar as questões sanitárias do país e medidas econômicas para diminuir os danos pós-pandemia para que o Brasil volte a crescer", destacou Marcelo Ramos em entrevista à CNN Brasil. 

    O parlamentar declarou na segunda-feira (8), que caso confirme a renovação do auxílio emergencial, irá sugerir a comissão do Covid-19 que interceda junto ao Ministério da Saúde para priorizar a vacinação dos bancários que atuem diretamente no pagamento.

    "Não tem como negar que os bancários que trabalham na ponta, especialmente os da Caixa Econômica Federal, correm risco por causa do contato diário com milhares, até mesmo milhões, de pessoas", declarou.

    Sobre o aumento na imunização dos amazonenses, o parlamentar pontuou, ainda, que as 1 milhão de doses da vacina irão criar uma barreira sanitária no Amazonas para que a nova cepa do vírus não se espalhe pelo país. 

    Senado

    O senador Eduardo Braga (MDB/AM) também defendeu a urgência de o Governo Federal fornecer 1 milhão de doses de vacinas contra a Covid-19 ao Amazonas. Na semana passada, ele apresentou um Projeto de Indicação com esse mesmo teor ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM/MG), que se dispôs a debatê-lo junto ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

    “Com isso haverá um freio nos números de internações e de casos moderados e graves da doença”, afirmou.

    O Amazonas ostenta a triste estatística de maior taxa média de óbitos por Covid-19 no Brasil, segundo o Ministério da Saúde. São 207 para cada 100 mil habitantes, praticamente o dobro do que é registrado no país:  108 para cada 100 mil habitantes.

    Leia Mais

    Esperança: idosos falam do sentimento de serem vacinados em Manaus

    Idosos lotam postos drive-tru por vacina contra Covid-19 em Manaus

    Governo do AM estabelece orientações para as fases da vacinação