Fonte: OpenWeather

    Recuperação


    Câmara solicita apoio às galerias populares e feiras de Manaus

    Através do vereador Diego Afonso (PSL), um documento com demandas do grupo foi entregue à Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc).


     

    A Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc) esteve na Câmara Municipal de Manaus (CMM) para conversar sobre os anseios da população para a retomada da economia da capital.
    A Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc) esteve na Câmara Municipal de Manaus (CMM) para conversar sobre os anseios da população para a retomada da economia da capital. | Foto: Divulgação

    Manaus (AM) - A crise econômica, aliada à pandemia da Covid-19 e cheia histórica do Rio Negro, trouxe diversos desafios aos pequenos e médios empresários no Amazonas. Este é o caso, principalmente, dos permissionários das Galerias Populares e Feiras em Manaus. Com isso, nesta terça-feira, foram entregues alguns ofícios de demandas do grupo para o secretário Renato Magalhães Jr,  da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc).

    Ele esteve na Câmara Municipal de Manaus (CMM) para conversar sobre os anseios da população para a retomada da economia da capital. Na ocasião, ele foi recebido pelo vereador Diego Afonso (PSL), que é 2° vice-presidente da Mesa Diretora da CMM e presidente da Frente de Recuperação Econômica aos Impactos Causados pela Covid-19 (Frenpre) no parlamento.

    "

    Eu defendo todos os micro empresários, empreendedores, e pessoas que geram emprego e renda na nossa capital, e sempre que recebo demandas que vão contribuir com a retomada da econômica. Busco rapidamente o apoio das secretarias responsáveis e dos Entes Federativos para soluções imediatas "

    , afirmou o parlamentar.

     

    Revitalização

    Por meio da Semacc e da Secretaria de Infraestrutura, neste domingo (1º), foi  finalizada a revitalização de aproximadamente mil metros quadrados na feira Manaus Moderna, no Centro, onde são comercializados peixes e carnes.

    Há quase três meses, mais de 200 permissionários desses dois setores, os mais afetados pela subida das águas do rio Negro, foram retirados do local e realocados na “Feira Flutuante”, construída pela Prefeitura de Manaus para dar continuidade às vendas e evitar prejuízos aos feirantes.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Câmara aprova apenas 1% das propostas no primeiro semestre

    Assembleia retorna do recesso no AM e deputados destacam atividades

    Deputada Therezinha Ruiz realiza Audiência para debater o Novo Ensino