Fonte: OpenWeather

    Comissão Parlamentar


    CPI da Amazonas Energia: Sinésio Campos é escolhido como presidente

    Segundo o colegiado, a CPI deve apurar irregularidades no fornecimento de energia elétrica por parte da concessionária

     

    Para o presidente da CPI, deputado Sinésio Campos, a instalação da Comissão mostra que o Poder Legislativo não está se omitindo na questão e quer resolver os problemas ocasionados pela Amazonas Energia.
    Para o presidente da CPI, deputado Sinésio Campos, a instalação da Comissão mostra que o Poder Legislativo não está se omitindo na questão e quer resolver os problemas ocasionados pela Amazonas Energia. | Foto: Divulgação


    Manaus (AM) - Após reunião nesta quinta-feira (2), os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Amazonas Energia, definiram que os deputados Sinésio Campos (PT) e Carlinhos Bessa (PV),  serão, respectivamente, presidente e relator da CPI.

      Para o presidente da CPI, deputado Sinésio Campos, a instalação da Comissão mostra que o Poder Legislativo não está se omitindo na questão e quer resolver os problemas ocasionados pela Amazonas Energia. O petista disse ainda que a formação da composição da CPI levou em consideração a paridade e os blocos partidários. “O primeiro passo agora é definir as estratégias e fazer planejamento de acordo com o desejo da sociedade”, salientou, complementando que nunca houve uma CPI supra-partidária que tem foco em resolver os problemas.  

    Para o presidente da CPI, deputado Sinésio Campos, a instalação da Comissão mostra que o Poder Legislativo não está se omitindo na questão e quer resolver os problemas ocasionados pela Amazonas Energia. O petista disse ainda que a formação da composição da CPI levou em consideração a paridade e os blocos partidários. “O primeiro passo agora é definir as estratégias e fazer planejamento de acordo com o desejo da sociedade”, salientou, complementando que nunca houve uma CPI supra-partidária que tem foco em resolver os problemas.

    O deputado Carlinhos Bessa, que assume a relatoria da CPI, assegurou que os trabalhos serão conduzidos de forma isenta. “A população que sofre com os problemas da concessionária terão uma resposta da CPI”, assegurou.

    Os nomes dos cinco membros foram anunciados, pelo presidente da Casa Legislativa, deputado Roberto Cidade (PV), durante Sessão Ordinária, desta quinta-feira, 2. Além dos parlamentares Sinésio Campos e Carlinhos Bessa, fazem parte do colegiado, os deputados Dermilson Chagas (sem partido), Fausto Jr (MDB) e Cabo Maciel (PL).

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    "Será liberado", diz Romero Reis sobre ato bolsonarista na Ponta Negra

    Em menor número, indígenas ainda acampam no DF contra Marco Temporal

    Bolsonaro sanciona lei que revoga LSN, mas veta punição a fake news