Fonte: OpenWeather

    Combustível


    "Petrobras é dos brasileiros ou dos acionistas?", questiona Serafim

    A manifestação do parlamentar ocorre no dia em que o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, foi até a Câmara dos Deputados para explicar o preço alto da gasolina, do gás e do diesel

     

    | Foto: Divulgação


    Manaus (AM) - Diante da disparada do preço de combustíveis, o deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) afirmou na manhã desta terça-feira (14) que a Petrobras precisa definir se pertence aos brasileiros ou aos seus acionistas. A manifestação do parlamentar ocorre no dia em que o presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, foi até a Câmara dos Deputados para explicar o preço alto da gasolina, do gás e do diesel.

    "

    Continua a polêmica sobre os preços dos combustíveis e nós estamos tendo a oportunidade hoje de assistir pela TV Câmara o depoimento do presidente da Petrobras, general Joaquim Silva e Luna. O grande conflito é de que não se sabe se a Petrobras é dos brasileiros ou é dos seus acionistas. O entendimento da Petrobras de 5 anos para cá é de que ela pertence aos acionistas e não aos brasileiros "

    , disse Serafim em discurso na Aleam (Assembleia Legislativa do Amazonas) nesta terça.

     

    O líder do PSB na Casa Legislativa destacou que o Brasil é autossuficiente em petróleo, portanto, o custo aplicado deveria ser em reais, na contramão do que está sendo praticado pela Petrobras que “estabelece que o custo do petróleo extraído internamente no Brasil é em dólar, no preço internacional”.

    "

    E com esse cálculo obviamente os preços vão lá para cima. Cada vez que o dólar varia, o preço da gasolina vai lá para cima, o preço do diesel vai lá pra cima e aumenta os dividendos dos acionistas e não os dividendos do povo brasileiro. Este é o grande dilema, este é o grande impasse: se a Petrobras é dos brasileiros ou dos acionistas. A Petrobras é uma empresa pública ou é uma empresa privada? Enquanto não resolver isso nós vamos continuar com aquela história do cachorro correndo atrás do próprio rabo e isso é lamentável "

    , declarou o deputado.

     

    Para Serafim, o sistema ligado à composição do preço do combustível é todo “carterizado”: "(…) e não vamos dizer que apenas os postos de gasolina são “carterizados”, porque todo o setor é “carterizado”, desde a Petrobras lá em cima que está a serviço de seus acionistas”, concluiu o político.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    STF nega pedido de Tolentino para faltar a depoimento na CPI

    Indígenas desmontam acampamento no Distrito Federal

    Após suspensão, Aleam aguarda retomada da CPI da AM Energia