Fonte: OpenWeather

    Aleam


    Deputados do AM criticam prefeito de Iranduba por escândalos na gestão

    Sinésio Campos, Serafim Correa e Saullo Vianna usaram sessão na Casa para demonstrar preocupação com o prefeito Augusto Ferraz

     

    Os parlamentares criticaram a postura do prefeito Augusto Ferraz (Republicanos) em relação à estrutura pública de Iranduba e os recentes episódios polêmicos
    Os parlamentares criticaram a postura do prefeito Augusto Ferraz (Republicanos) em relação à estrutura pública de Iranduba e os recentes episódios polêmicos | Foto: Divulgação

    Manaus (AM) - Imerso em diversas polêmicas na sua gestão no município de Iranduba, o prefeito Augusto Ferraz (DEM) tem sido alvo de críticas por parte dos deputados estaduais da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). Nas últimas semanas, parlamentares relataram a decepção com os escândalos em que a prefeitura tem se envolvido, além da precariedade do município. 

    Acompanhado de Luis Carlos Velho (Republicanos), vereador em Iranduba e forte opositor de Augusto, o deputado Sinésio Campos (PT), aliado do prefeito durante à época da campanha eleitoral criticou ferrenhamente o despejo do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher por parte da prefeitura do município. 

    "

    Apostamos nesse prefeito para ser um governante diferente. Eu jamais seria omisso neste momento, onde a criança, a mulher e os cidadãos irandubenses são completamente prejudicados. Então não interessa quem é a pessoa, se eu apoiei ou deixei de apoiar, irei criticar. Ele é o prefeito de todos e deveria ter respeito com as pessoas. Quem está neste cargo precisa dialogar e não impor "

    Sinésio Campos, deputado estadual

     

    O prefeito do município já havia se envolvido em polêmica com Sinésio Campos, em episódio de áudio vazado, onde o gestor afirma que vai devolver o recurso vindo de emenda do deputado Sinésio Campos (PT), dinheiro investido na construção de uma escola na comunidade do KM26, na zonal rural do município. Ferraz disse que pretende devolver o dinheiro porque não gosta da estrutura que os moradores estão construindo com o próprio dinheiro, afirmando que estão “fazendo um chiqueiro para botar as crianças”.

    Ainda no âmbito da Aleam, o deputado Serafim Corrêa (PSB) também revelou sua decepção com Augusto Ferraz, no entanto, disse que o prefeito se dispôs a prestar os esclarecimentos necessários em relação à precariedade do município e outros episódios da prefeitura. 

    "Iranduba era para ser uma cidade muito próspera, principalmente, por conta da Ponte. No meu entender, está havendo um profundo mal-entendido. Ele não era essa pessoa. Eu não sei o que aconteceu, porque desde que ele assumiu a prefeitura, ao invés dele aprofundar os seus laços, ele está radicalizando. Conversei com ele que disse que a realidade é outra. Colocou-se a disposição para o diálogo", declarou. 

      Em conversa com lideranças de Iranduba, o parlamentar Saullo Vianna (PTB) tem recebido inúmeras demandas. As solicitações de melhorias para asfaltamento e urbanização são para diversos bairros no município.  

    “Grande parte desses requerimentos foi solicitando asfaltamento e urbanização para esses bairros. Enviamos à Prefeitura de Iranduba, em forma de indicativo, pedindo que sejam tomadas soluções para resolver esse problema, que tem afetado muitos moradores”, falou Saullo.

    O abastecimento de água foi outro problema relatado pela população de Iranduba. Os locais com maior incidência são os bairros Alto, Estrada da Vargem, Morada do Sol, Mutirão, Novo Amanhecer, São Francisco e Cidade Nova.

    “São problemas que atingem muitos moradores, e que também acabam afetando outros bairros. Pedimos que a prefeitura atenda as solicitações com urgência, para que a população tenha a garantia dos seus direitos”, afirmou.


    Escândalos recentes

    Em setembro, a prefeitura de Iranduba iniciou contrato para pagar mais de R$ 6 milhões à empresa Iza Construções e Comércio Eireli, do empresário Fábio Souza de Carvalho, envolvido em esquema de fraude em licitação na cidade de Coari, na gestão do ex-prefeito do município, Adail Pinheiro.

    A licitação seria para a manutenção de algumas ruas do município de Iranduba e a homologação foi assinada no dia 14 de setembro pelo prefeito, e deixa engatilhado o contrato milionário com o empresário, envolvido no escândalo de fraude. 

    Conforme o Diário Oficial, o contrato é para eventual aquisição e vem do processo de licitação, na modalidade concorrência pública de nº 001/2021. No documento, a licitação visa desembolsar o montante de R$ 6.144.282,94 para infraestrutura das vias de Iranduba. O serviço seria feito na região do Distrito do Ariaú, em Iranduba. Na área, ficam localizadas diversas praias turísticas do município, como a Praia do Açutuba e Praia do Japonês.

    Em agosto, o vereador Luis Velho, acusou o prefeito Augusto, de tentar enganar o povo de Iranduba. Em audiência, dia 31 de julho, na Câmara Municipal, o vereador também declarou que o prefeito mentiu à Justiça Eleitoral ao afirmar que mora em Iranduba.

    Conforme o vereador, o prefeito declarou, no ato da candidatura no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que residia em um terreno no Ramal do Janauari, em Iranduba. Mas, segundo Velho, quem mora nesse local é o vereador Nedy Vale (PSD), aliado de Ferraz.

    "O senhor enganou o povo de Iranduba, basta saber que o senhor vá até a casa do Nedy, lá mora o Nedy, não o senhor. O senhor começou enganando o povo quando disse que morava em Iranduba. O senhor é um charlatão, que enganou o povo de Iranduba.", disse o vereador durante audiência

    Leia mais:

    Prefeito de Iranduba chama escola de comunitários de ‘chiqueiro'

    Em Iranduba, vereador diz que prefeito Augusto Ferraz é um ‘charlatão’

    Prefeito de Iranduba pretende pagar R$ 6 mi a empresa investigada

    Comentários