Fonte: OpenWeather

    Eleições


    Com presença do Amazonas, Lula quer maior bancada do país na Câmara

    O ex-presidente que será candidato ao pleito de 2022 tenta ampliar sua força nas casas legislativas através da reeleição de parlamentares e alianças partidárias

     

     

    O ex-presidente tem como principal objetivo formar ampla bancada no Congresso Nacional
    O ex-presidente tem como principal objetivo formar ampla bancada no Congresso Nacional | Foto: Divulgação

    Manaus (AM) - Nas últimas semanas, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem realizado reuniões com membros do PT ao redor do país para discutir estratégias em relação ao pleito de 2022. Representante amazonense do partido na Câmara, o deputado federal Zé Ricardo (PT) explicou ao EM TEMPO que a prioridade da sigla será a reeleição de seus parlamentares. 

    Com 53 deputados federais, a sigla possuía a maior bancada da Câmara, no entanto, a fusão entre DEM e PSL, a União Brasil, ultrapassou este número chegando a  82 deputados na Casa Legislativa. A expectativa do PT é eleger de 80 a 100 parlamentares neste âmbito. De acordo com Zé Ricardo, as conversas com o ex-presidente são uníssonas no sentido de reeleição nos atuais cargos e a ampliação da bancada viria através de alianças. 

    "O debate é na questão do aumento da bancada. Todos os parlamentares que conversaram com ele e estiveram presentes em reuniões foram convidados a buscar reeleição. Inclusive no meu caso esta ideia já é trabalhada. Queremos montar um palanque amplo e forte, também através de alianças partidárias com siglas que estejam alinhadas com nossas pautas sociais", disse. 

    Em 2020, Zé Ricardo ficou em terceiro lugar das eleições para prefeito, com 139.846 votos. Três anos antes, em 2017, o parlamentar chegou a disputar pleito suplementar para governador do Estado, mas terminou em quarto lugar, recebendo 181 mil votos. Para 2022, num possível mandato de Lula, que deve ser candidato à presidência, o deputado explica alguns pontos fundamentais abordados pelo projeto de governo. 

    "Lula está muito preocupado com a volta da fome, por isso, queremos um projeto que possa enfrentar a miséria, a pobreza, criar empregos, oportunidades e programas sociais que possam garantir oportunidade para os jovens. Também debatemos a questão ambiental. Inclusive, o ex-presidente fará viagens internacionais para ter diálogos com outros países na Europa, América do Sul, Ásia", disse. 

    No Senado Federal, a legenda é representada por seis membros – dois deles, Humberto Costa (PE) e Rogério Carvalho (SE), integram a CPI da Covid-19. Segundo informações de membros do PT, o tom da conversa girou em torno da necessidade de se debater e, sobretudo, apresentar um “projeto de reconstrução nacional”. 

    Assembleia do Amazonas

    O único representante do PT na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), no momento é o deputado Sinésio Campos, que também confirma sua reeleição para o cargo, pensando na fortificação do partido no cenário nacional e regional. 

    "Sou candidato a reeleição para deputado estadual em 2022. O PT está buscando alianças para estar presente em todos os cargos disponíveis neste pleito, claro com candidatos que concordem com as articulações sociais do nosso partido. Assim a gente vai poder defender as bandeiras que nós sempre defendemos: a questão das lutas sociais, na geração de emprego e renda, além da manutenção da Zona Franca de Manaus. Vamos em busca de ampliar as bancadas no Estado e Federação, sempre pensando no objetivo maior que é eleger o presidente Lula", declarou. 

    Alianças formadas

    Através das redes sociais, as reuniões do presidente Lula com diversos parlamentares de diferentes partidos da esquerda são divulgadas em caráter otimista pela formação de uma possível "frente ampla" nas eleições, que visaria principalmente conter o avanço do bolsonarismo. 

    Pelo Twitter, a deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) destacou o encontro da bancada do partido com Lula.

    O presidente do PSOL, Juliano Medeiros, também usou a rede social para falar sobre o encontro com Lula e a importância do diálogo.

    O presidente do PSB, Carlos Siqueira, também participou do encontro com Lula, juntamente com deputados do partido e o ex-governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg.

    Leia mais:

    Deputada Joana Darc participa da entrega de brinquedos

    Carta de Manaus sobre créditos de carbono é enviada ao Senado

    AM tem potássio para abastecer o mundo de fertilizantes, diz deputado